Política

Prefeito lamenta morte de servidora e mais no Pela Ordem


Prefeito lamenta morte de servidora Em live realizada na tarde de ontem (17) para anunciar as novas medidas em relação ao isolamento social, o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado (PSDB), lamentou a morte da funcionária da UBS Central, Elediane da Silva, baleada horas antes do pronunciamento por um ex-namorado. Luiz Fernando prestou apoio a todos os funcionários do sistema de saúde de Jundiaí, que têm tido grande trabalho no enfrentamento ao novo coronavírus. Edicarlos realiza live ao ar livre  Em meio às normas de isolamento social e prevenção ao novo coronavírus (covid-19), o vereador Edicarlos Vieira (PP), realizou, na manhã de ontem (17), uma live ao ar livre, próximo à região do Bairro do Poste. A região, assim como boa parte do Vetor Oeste da cidade, tem sofrido com problemas de falta de água nos últimos dias. "Não tomaremos medidas eleitoreiras" O prefeito Luiz Fernando Machado (PSDB), que publicou medidas para a flexibilização do isolamento e volta de alguns estabelecimentos comerciais, disse que não realizará nenhuma ação visando as eleições marcadas para outubro deste ano, mas sim de acordo com determinações técnicas e sempre avaliando, dia a dia, as estatísticas do município, assim como os resultados das novas medidas colocadas em prática. Aras pede união no Ministério Público O procurador-geral da República, Augusto Aras, declarou ontem (17) que o Ministério Público deve permanecer unido e não pode se dobrar "a nenhum governo". A fala surge em meio a críticas de procuradores ao PGR após Aras decidir centralizar recomendações a respeito da pandemia de coronavírus. "Que o Ministério Público brasileiro, como carreira de Estado, esteja forte, presente e unido, e encontre sua força”. Bolsonaro se despede de Mandetta O agora ex-ministro da Saúde, Henrique Mandetta, se despediu do presidente Jair Bolsonaro, ontem (17), com um cumprimento de cotovelos. A saudação tem sido usada para evitar contato entre as mãos Mandetta participou nesta manhã da cerimônia de posse do novo ministro da pasta, o oncologista Nelson Teich. O ex-ministro agradeceu Bolsonaro e desejou sabedoria a Teich na condução do ministério. Governo tenta acordo com Senado  O governo federal ainda tenta um acordo com o Senado para não deixar caducar a medida provisória do Emprego Verde e Amarelo, que reduz encargos para patrões que contratarem jovens no primeiro emprego e pessoas acima de 55 anos que estavam fora do mercado formal. Caso não seja votada até segunda-feira (20), a MP perde a validade. Se isso ocorrer, caberá ao Congresso definir as regras para os atos da medida.  

Notícias relevantes: