Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Prefeitura revoga estado de emergência e apresenta balanço de ações do Comitê de Crise

BÁRBARA NÓBREGA MANGIERI | 05/06/2018 | 10:00

O prefeito Luiz Fernando Machado (PSDB) revogou, na tarde desta segunda-feira (4), o estado de emergência do município, decretado na sexta-feira (25) em decorrência dos protestos dos caminhoneiros. Foi apresentado, também, um balanço das ações feitas pelo Comitê de Crise, instalado

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Campinas (Recap), Flávio Campos, não poupou elogios ao trabalho do comitê. “Fiquei impressionado com o que vi aqui. Foi uma aula de gestão pública”, afirmou. Marco Antônio Bezerra, do Sindicato dos Revendedores de Gás (Sinregás), também elogiou. “Daqui saíram orientações para o Brasil todo”.

Trabalho do Comitê de Crise foi considerado ‘uma aula de gestão pública’

Trabalho do Comitê de Crise foi considerado ‘uma aula de gestão pública’

O prefeito afirmou que vai manter uma rotina de trabalho com as forças policiais para reduzir os índices de criminalidade. “Quando compartilhamos os destinos da cidade, a chance de acertar é maior”, afirmou.

Segurança pública

As operações da Polícia Civil, a Guarda Municipal de Jundiaí e a Polícia Militar foi um dos aspectos mais elogiados. Foram 31 escoltas, sendo 23 caminhões de combustíveis, seis de gás de cozinha e dois de gás para a saúde.

Segundo o delegado da polícia civil, Luiz Carlos Branco Jr, foram lavrados 25 autos de prisão em flagrante e delito e 87 pessoas detidas por vários crimes durante os dez dias de protesto. O Coronel Yassui, da PM, ressaltou a eficiência da integração apesar do “aumento da desinteligência”, como ele chamou os conflitos que se deram nos postos de combustíveis.

Saúde

Foram mais de 19 mil consultas, sendo 9 mil urgências; mais de 27 mil exames e 402 ocorrências do Samu. O Hospital São Vicente realizou 109 cirurgias e o Hospital Universitário, 24. Apenas 28 cirurgias eletivas foram remarcadas. Alguns serviços particulares também receberam auxílio. “Tentamos não onerar o atendimento público”, explicou o prefeito.

A escolta de insumos para a fábrica Baxter também foi lembrada. O gerente de comunicação da empresa, Fabrício Costa, agradeceu a escolta. “Tínhamos 11 caminhões presos no Porto de Santos e conseguimos prover o tratamento de hemodiálise e diálise a 360 pacientes jundiaienses, fora os milhares de outros pacientes pelo país”.


Link original: https://www.jj.com.br/politica/prefeitura-revoga-estado-de-emergencia-e-apresenta-balanco-de-acoes-do-comite-de-crise/
Desenvolvido por CIJUN