Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Presidente do TJSP diz que faltam ações públicas e da sociedade

| 26/05/2014 | 22:55

A dependência química como problema social foi o tema de palestra realizada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, José Renato Nalini, na manhã de ontem na Cúria Diocesana. Políticos se reuniram para entender de que forma o poder público pode atuar nesses casos, para diminuir a incidência de usuários.

Para Nalini, falta envolvimento da sociedade, do poder público e até da igreja para que a dependência química seja tratada. “Estamos numa sociedade em que as pessoas querem ser bem-sucedidas, mas oferecemos uma educação sem graça. educados para decorar coisas que nunca mais usaremos. Tudo isso precisa ser mudado para terminar com o problema da dependência e do tráfico de drogas”, criticou. 

Nalini usou como exemplo o sistema de geração de empregos. “Nós oferecemos para um jovem humilde um emprego como aprendiz para ganhar um salário, usar um uniforme cafona e ter que lidar com um chefe intragável, que às vezes o trata como escravo. É essa a oportunidade de melhora de vida que acreditamos ser a solução?”, avaliou.


Link original: https://www.jj.com.br/politica/presidente-do-tjsp-diz-que-faltam-acoes-publicas-e-da-sociedade/
Desenvolvido por CIJUN