Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Presidente Jair Bolsonaro anuncia sua saída do PSL

Angelo Augusto | 12/11/2019 | 07:00

O presidente da República, Jair Bolsonaro, irá anunciar hoje (12) sua saída do Partido Social Liberal (PSL). O anúncio será realizado em uma reunião marcada para o período da tarde.

No encontro, que será realizado no Palácio do Planalto, ele deve comunicar que pretende criar uma nova sigla, ainda sem nome definido. A ideia do presidente é ficar sem partido por um tempo, até que nova a legenda saia do papel. A equipe jurídica que auxilia Jair Bolsonaro pretende lançar um aplicativo para que a coleta de assinaturas aconteça de forma mais rápida e eficiente e a ideia inicial é de juntar cerca de 100 deputados para o a nova sigla.

A avaliação no grupo bolsonarista dentro do PSL é de que, com a soltura do ex-presidente Lula (PT), chegou a hora de Bolsonaro se distanciar da legenda para evitar que isso vire munição da oposição contra ele. O PSL está no centro de um escândalo que envolve o uso de verbas públicas por meio de candidaturas de laranjas em Minas Gerais e Pernambuco.

Ao menos 20 parlamentares estariam dispostos a seguir Bolsonaro. Encabeçam a lista os filhos do presidente: o deputado Eduardo Bolsonaro (SP) e o senador Flávio Bolsonaro (RJ). Na última reunião, antes de viagem ao continente asiático, Bolsonaro disse ao seu núcleo de aliados que a situação no partido já estava ficando insustentável.

O presidente do PSL Jundiaí, Cássio Valli, diz que agora é o momento de aguardar para se saber quais serão as consequências reais da saída de Bolsonaro do partido. “Este é um ato que não vai passar sem gerar consequências, pois estamos falando do presidente da República. Temos que aguardar o desenrolar dos acontecimentos. Confirmada sua saída, quem sairá com ele? Quem ficará? Como fica o diretório estadual, que atualmente o Eduardo é presidente? São muitas incertezas”, comenta.

De acordo com a Justiça Eleitoral, são necessárias 500 mil assinaturas, coletadas em pelos nove estados, para que a criação de um novo partido comece a ser analisada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A lista de apoio deve ser apresentada no momento em que é protocolado o pedido de registro na corte.

Na segunda-feira (11), o deputado federal José Medeiros (MT) sugeriu nas redes sociais que Bolsonaro se filie ao Podemos. O PEN, hoje com o nome de Patriota, também tem interesse na filiação do presidente. No último dia 30, Bolsonaro acionou a PGR (Procuradoria-Geral da República) pedindo o bloqueio dos recursos e que o presidente da sigla, deputado Luciano Bivar (PE), fosse afastado do cargo.


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/politica/presidente-jair-bolsonaro-anuncia-sua-saida-do-psl/
Desenvolvido por CIJUN