Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Projeto sobre Tribuna Livre é retirado da sessão da Câmara

Bárbara Nóbrega Mangieri - bmangieri@jj.com.br | 21/02/2018 | 07:25

O vereador Douglas Medeiros (PP), autor do Projeto de Resolução (PR) nº 810, que altera o horário da Tribuna Livre para o fim da sessão, durante o Grande Expediente, pediu a retirada do projeto da pauta assim que começou a ordem do dia na sessão de ontem da Câmara de Jundiaí. O parlamentar afirmou que decidiu retirar o projeto após dialogar com diversas entidades da cidade, que fizeram várias propostas para melhorar o espaço de fala do cidadão durante as sessões. “Como estamos num espaço democrático, esse diálogo precisa ter respeito”, afirmou. “Se quisermos mudança na Tribuna Livre, façamos isso com audiência pública, para que fique a sensação de todos por um e um por todos”, explicou Douglas.

Fotos: Alessandro Rosman

Público protesto. Fotos: Alessandro Rosman

Debate
Nem todos os vereadores ficaram felizes com a retirada. Para Valdeci Vilar (PTB), a realização da Tribuna em um momento mais próximo ao Grande Expediente permitiria que os parlamentares pudessem se defender de afirmações feitas pela população naquele espaço. “É fácil xingar os vereadores e ir embora”, criticou. Por outro lado, o vereador Wagner Ligabó (PPS) elogiou a retirada do projeto, afirmando que seria necessário reformular todo o regimento da sessão para que um diálogo acontecesse entre os parlamentares, como Valdeci sugeriu. “O Grande Expediente seria a réplica do vereador à fala do munícipe, mas este não teria uma tréplica, o que poderia causar ainda mais atritos nesta Casa de Leis”, disse.
Douglas teve outra propositura apreciada na noite de ontem – o Projeto de Lei (PL) 12.424, que cria o programa de mapeamento socioeconômico de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzia. A proposta foi elaborada com a colaboração de diversas entidades que atuam em prol da causa, como o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), e foi bem recebida pelos colegas parlamentares.

Em defesa dos ilegais
Durante a discussão do PL 12.389, do vereador Arnaldo da Farmácia (PDT) – que autoriza o moravor a estacionar seu veículo em frente a própria garagem -, alguns vereadores aproveitaram para defender a importância de debater alguns projetos, mesmo que estes tenham recebido parecer contrário da Comissão de Redação e Justiça (CRJ), como foi o caso deste PL. Para os parlamentares, pode ser que a aprovação de um projeto como este (que foi considerado ilegal por ter conteúdo de competência nacional e não municipal) chame a atenção de algum deputado federal que possa abraçar a lei e torná-la realidade no país inteiro.


Link original: https://www.jj.com.br/politica/projeto-sobre-tribuna-livre-e-retirado-da-sessao-da-camara/
Desenvolvido por CIJUN