Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Receitas médicas têm validade prorrogada e mais no Pela Ordem

Angelo Augusto Santi | 29/07/2020 | 06:25

Receitas médicas têm validade prorrogada 

O presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto de lei que permite que receitas médicas não percam a validade durante o estado de emergência da pandemia do novo coronavírus. A medida foi publicada ontem (28) no Diário Oficial da União e é válida para medicamentos sujeitos a prescrição e de uso contínuo, bem como receitas odontológicas. O objetivo é evitar que pacientes se exponham ao risco da doença em unidades de saúde.

PSOL define pré-candidata à prefeitura 

O PSOL-Jundiaí anunciou Cíntia Vanessa Gomes, de 29 anos, como pré-candidata à Prefeitura de Jundiaí nas eleições deste ano. Ela é professora da rede pública municipal e idealizadora do cursinho popular Carolina Maria de Jesus. “Somos referência na defesa da população negra, pobre e periférica e vamos participar das eleições 2020 com o compromisso que sempre tivemos, de lutar pela sobrevivência de quem precisa e derrotar os privilégios e os desmandos dos governos locais”, diz o partido em nota.

Lula deve R$ 1 milhão em impostos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve o nome inscrito na dívida ativa da União. Condenado a 26 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, Lula deve R$ 1,1 milhão de reais ao Fisco. A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) cobra R$ 342 mil em impostos, uma multa de R$ 514 mil e mais R$ 342 mil de juros.

Alerj trava batalha contra o STF 

A Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) informou que irá recorrer contra a decisão do ministro Dias Toffoli, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), que dissolveu a comissão encarregada do encaminhamento do processo de impeachment do governador Wilson Witzel (PSC). A determinação da corte suspendeu o prazo para que Witzel entregue sua defesa à Alerj, que se esgotaria nesta quarta-feira (29).

Senado terá votações drive thru

O Senado substituirá, a partir de agosto, as votações em plenário por um sistema drive-thru. Senadores vão aprovar ou rejeitar uma matéria sem nem mesmo precisar sair do carro. O método vai garantir o sigilo do voto para votações secretas. Os equipamentos estão sendo instalados há duas semanas e deverão ser testados pela primeira vez a partir da segunda semana de agosto, quando estão previstas votações.


Angelo Augusto Santi
Link original: https://www.jj.com.br/politica/receitas-medicas-tem-validade-prorrogada-e-mais-no-pela-ordem/
Desenvolvido por CIJUN