Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

TSE tira ‘fake news’ do ar em 48 horas

DA FOLHAPRESS | 08/06/2018 | 23:05

Comentários escritos em uma página do Facebook sobre a ex-senadora Marina Silva (Rede) serviram de base para a primeira decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sobre “fake news” nas eleições deste ano. A liminar, desta quinta-feira (7), mandou a rede social excluir em até 48 horas as postagens consideradas inverídicas sobre a pré-candidata. O administrador da página se antecipou e removeu as publicações no mesmo dia, antes de ser acionado. Elas estavam no ar desde 2017.

A reportagem falou, via mensagens e por telefone, com o responsável pela página Partido Anti-PT. Ele não quis se identificar (“O PT é complicado e envolvido em diversas mortes misteriosas”, justificou), mas disse que tem 51 anos, mora na capital paulista e não ganha dinheiro com o perfil, que tem 1,7 milhão de seguidores. “Eu me considero um ativista político. Não me arrependo”, afirmou.

O ministro Sérgio Banhos, do TSE, escreveu na decisão que a página anti-PT “publica frequentemente notícias inflamatórias e sensacionalistas, de teor político, muitas vezes contendo dados de veracidade questionável ou informações não verificadas”.
O modelo dos cinco posts que levaram a defesa de Marina a fazer a reclamação na Justiça era parecido: um comentário negativo sobre a ex-senadora, uma foto dela (geralmente com expressão séria ou preocupada) e um link direcionando para um texto no site Imprensa Viva.
Mas o que gerou a determinação judicial não foram os textos externos, e sim as afirmações feitas pelo administrador do perfil. Elas tomavam como verdade suspeitas ou acusações.

Por exemplo: “Marina se financia com caixa dois” e “Marina Silva também se beneficiou de propinas da Odebrecht e ainda fica aborrecida quando a chamam de ex-petista”. A expressão “recebedora de propina” também foi usada em uma ocasião pelo perfil do Facebook. Em ambos os casos, os posts levavam a textos do site Imprensa Viva que reproduziam informações geralmente publicadas antes pelo jornalismo profissional.


Leia mais sobre | | | |
Link original: https://www.jj.com.br/politica/tse-tira-fake-news-do-ar-em-48-horas/
Desenvolvido por CIJUN