Região

Vacinação contra gripe, sarampo e covid-19 segue em Várzea Paulista

A imunização é feita nas UBSs, de segunda a sexta-feira das 8 às 11 horas e das 13 às 15 horas; dose contra a covid-19 precisa ser agendada


A aplicação de vacinas tríplices virais (sarampo, caxumba e rubéola), contra a gripe e contra a covid-19 segue em Várzea Paulista, em todas as UBSs, de segunda a sexta-feira, das 8 às 11 horas e das 13 às 15 horas. São diversos públicos de acordo com a vacina aplicada. Para receber os imunizantes tríplices virais e contra gripe não é necessário agendamento; já a dose contra o novo coronavírus precisa ser agendada na UBS mais próxima, por meio dos telefones listados ao final deste texto — os dias e horários de atendimento para esse agendamento são os mesmos informados acima. 

GRIPE

Atualmente podem tomar a dose única idosos de 80 anos ou mais (6,1% do público-alvo composto por quem é elegível para se imunizar neste momento); idosos de 60 a 79 anos e trabalhadores da saúde (43,8%); crianças (6 meses a menores de 5 anos); gestantes e puérperas (17%); povos indígenas, professores, pessoas com deficiência e pessoas com comorbidades (26,8%); caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros (urbano e de longo curso), trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e adolescentes sob medida socioeducativa (5,6%).

TRÍPLICE VIRAL

Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (até um dia antes de completar a idade) e trabalhadores da saúde (já formados ou fazendo estágio);

COVID-19

Qualquer pessoa a partir de 5 anos de idade já pode tomar as doses da vacina. Veja os intervalos para deixar em dia seu cartão de vacinação contra o coronavírus, tomando a primeira dose ou qualquer uma das doses em atraso:

SEGUNDA DOSE

Coronavac: 28 dias após a primeira dose;

Pfizer: oito semanas após a primeira dose;

AstraZeneca: 12 semanas após a primeira dose;

Prazo para imunossuprimidos 18+ (adultos com doença autoimune ou que usam medicamentos que baixam a imunidade): 28 dias após a primeira dose.

DOSE DE REFORÇO

Janssen: 61 dias após a primeira dose;

Coronavac: quatro meses após a segunda dose;

Pfizer: quatro meses após a segunda dose;

AstraZeneca: quatro meses após a segunda dose.

Prazo para imunossuprimidos 18+: 28 dias após dose anterior.

SEGUNDA DOSE DE REFORÇO

Pessoas com 60 anos ou mais e imunossuprimidos 18+ devem tomar a segunda dose de reforço quatro meses após a dose anterior.

Comorbidades consideradas pelo Ministério da Saúde para vacinação contra a gripe:

-Doenças respiratórias crônicas: asma em uso de corticoide inalatório ou sistêmico (moderada ou grave); doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC); bronquiectasia; fibrose cística; doenças intersticiais do pulmão; displasia broncopulmonar; hipertensão arterial pulmonar; crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade;

-Doenças cardíacas crônicas: doença cardíaca congênita; hipertensão arterial sistêmica com comorbidade; doença cardíaca isquêmica; insuficiência cardíaca;

-Doença renal crônica: doença renal nos estágios 3,4 e 5; síndrome nefrótica; paciente em diálise;

-Doença hepática crônica: condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica; considerar as necessidades clínicas individuais dos pacientes incluindo: AVC, indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla e condições similares; doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular; deficiência neurológica grave;

-Diabetes: diabetes mellitus tipo I e tipo II em uso de medicamentos;

-Nefropatias: imunodeficiência congênita ou adquirida imunossupressão por doenças ou medicamentos;
Obesos: obesidade grau III;

-Transplantados: órgãos sólidos; medula óssea;

-Portadores de trissomias: síndrome de Down, síndrome de Klinefelter, síndrome de Wakany, dentre outras trissomias.

Documentos e outras comprovações necessários

Para a vacina contra a gripe, é necessário comprovar o vínculo empregatício na área da saúde (estagiários precisam mostrar comprovação escolar de que estão realizando o estágio) ou qualquer outra área profissional prioritária e elencada neste texto. Quem possui qualquer uma das comorbidades acima descritas deve levar laudo médico comprobatório.

Se possível, é importante levar a carteirinha de vacinação.

Covid-19: para a primeira dose é necessário apresentar documento pessoal com foto, cartão do SUS e comprovante de endereço. Já para as segunda e terceira doses, é necessário levar um documento pessoal com foto e uma das duas comprovações da primeira ou da segunda dose: cartão de vacinação contra a Covid-19 ou comprovação da primeira dose na tela do celular, no aplicativo Conecte-SUS.

Endereços e telefones das UBSs:

UBS Jardim Alessandra

Rua Carioba, 299 – Jardim Alessandra.

Tel.: 4595-1542;

UBS Cidade Nova II

Rua Deolinda Carezzato Sutti, 200 – Jardim América I.

Tel.: 4595-7574;

UBS Jardim América III

Rua Itapevi, 140 – Jardim América III.

Tel.: 4596-4200;

UBS Jardim América IV

Rua Itapeva, 200 – Jardim América IV.

Tel.: 4595-3339;

UBS Jardim Bertioga

Rua Das Acácias Mimosas, 495 – Jardim Bertioga.

Tel.: 4595-5462;

UBS Jardim Buriti

Rua 24 De Outubro, 105 – Jardim Buriti.

Tel.: 4595-7878;

UBS Jardim Cruz Alta

Rua Guaxupé, S/N – Jardim Cruz Alta.

Tel.: 4606-1452;

UBS Jardim Promeca

Rua Dinamarca, 41 – Jardim Santa Lúcia.

Tel.: 4606-2151;

UBS Vila Marajó

Rua Ananatuba, 268 – Parque Guarani.

Tel.: 4606-2938;

UBS Vila Popular

Rua Itaoca, 294 – Parque Guarani.

Tel.: 4595-0081;

UBS Vila Santa Terezinha

Rua Maria Auxiliadora, 110 – Vila Santa Terezinha.

Tel.: 4595-0082;

USF Vila Real

Rua Montes Claros, 30 – Vila Real.

Tel.: 4596-2225.


Notícias relevantes: