Região

Cabreúva confirma dois casos de varíola dos macacos

A cidade, no momento, está monitorando 2 casos positivos que foram confirmados no fim da tarde de sexta-feira (29)


DIVULGAÇÃO
Varíola dos macacos
Crédito: DIVULGAÇÃO

Cabreúva confirma dois casos de Monkeypox (Varíola do Macaco, como está sendo popularmente conhecida). Até a última sexta-feira (29), segundo os dados do Ministério da Saúde, são 1.259 casos confirmados no Brasil. A cidade, no momento, está monitorando 2 casos positivos que foram confirmados no fim da tarde de sexta-feira (29) e nenhum caso suspeito.

Em nota, Cabreúva informou que traz a público orientações para que haja o rastreamento de prováveis casos, além de medidas de vigilância e controle adequadas para conter o avanço da doença.

A transmissão da Monkeypox entre humanos ocorre por contato próximo com lesões, fluidos corporais, gotículas respiratórias e materiais contaminados. Logo, o contato íntimo com pessoas infectadas ou materiais contaminados deve ser evitado.

A Organização Mundial da Saúde descreve que, passa a ser considerado um caso suspeito, qualquer pessoa, de qualquer idade, que apresente bolhas na pele de forma aguda e inexplicável. Se este quadro for acompanhado por dor de cabeça, febre, dores musculares, dor nas costas, fraqueza profunda e ínguas, é necessário fazer exame para confirmar ou descartar a doença. Lembrando que, qualquer paciente com suspeita de MPX deve ser isolado até a cicatrização total das lesões.

Em casos onde há convívio com pessoas contaminadas, tente evitar a contaminação de móveis estofados e outros materiais porosos. Tenha cuidado ao manusear a roupa suja, para evitar o contato direto com o material contaminado e lave sempre os pertences da pessoa infectada, separadamente, e, de preferência, com água morna.

Pratos e talheres não devem ser compartilhados. Mas, não é necessário que a pessoa infectada use utensílios separados se devidamente lavados, também com água morna e sabão.

O diagnóstico é realizado através de secreção das lesões e o tratamento é sintomático.

É importante ressaltar, então, que Cabreúva está tomando as medidas necessárias para evitar a propagação da doença na cidade e manterá toda a população devidamente informada sobre os acontecimentos no município durante este período.


Notícias relevantes: