Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Consumo de água cresce em Várzea e Campo Limpo

| 09/05/2014 | 17:15

Apesar do período de estiagem e pedidos para economizar água, os consumidores de Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista abriram ainda mais suas torneiras e tiveram um gasto 16% superior nos dez primeiros dias de fevereiro – de 400 para 464 litros por segundo ou um total de 5,5 milhões de litros a mais por dia.

Com isso, a Sabesp pede, novamente, para que a população economize água. Em janeiro também houve aumento no consumo, mas menor, de 4% a 5%. “Entendemos que com o calor intenso o consumo aumenta, mas esse é um período atípico, em que nossos mananciais estão com níveis mais baixos”, explica o gerente regional da Sabesp das duas cidades, André Sotero.

De janeiro para cá, ele declara, os mananciais estão com seus níveis 30% abaixo do normal. A Sabesp ainda não fala de racionamento e multa para quem não economizar, mas tem procurado veículos de comunicação para pedir que a população economize mais água. Ao dia, cada morador de Várzea e Campo Limpo consome, em média, 150 litros de água – número, segundo Sotero, dentro da normalidade se não fosse um período de estiagem. “Até 200 litros estaria normal”, explica.

Os dois municípios são abastecidos pelo rio Jundiaí e por mais quatro córregos. De acordo com Sotero, não há dados separados por município, pois o sistema de abastecimento é integrado. Na última semana, o gerente regional da Sabesp disse ter se deparado com dois casos de desperdício de água na rua, nos quais as pessoas lavavam calçadas. Ele recomenda à população que ligue para a Sabesp caso presencie desperdícios, no telefone 0800-0550195.

Em Jundiaí
O consumo em Jundiaí, segundo a DAE, também aumentou de dezembro a janeiro em 5,3%, índice considerado atípico para essa época do ano. A DAE realiza nesta quarta-feira (12), a partir das 10h, no auditório do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), um encontro com empresários para explicar a situação do abastecimento de água e reforçar a necessidade de economizar.

“Técnicos estarão presentes e poderão tirar as dúvidas dos empresários”, declara o coordenador de comunicação da DAE, André Barros. “Não é preciso confirmar presença, todos estão convidados.” Em diferentes veículos de comunicação, como rádio, televisão e jornal impresso, a DAE continua a salientar a importância de economizar água e de adotar práticas para isso, como reduzir o tempo do banho e não usar a mangueira para limpar a calçada.


Link original: https://www.jj.com.br/regiao/consumo-de-agua-cresce-em-varzea-e-campo-limpo/
Desenvolvido por CIJUN