Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Em greve, servidores se concentram no Paço

| 26/05/2014 | 09:48
Servidores municipais de Várzea Paulista entraram em greve na manhã desta segunda-feira (26). Segundo Valdir Caldas, presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos de Várzea Paulista, os trabalhadores estão concentrados em frente ao Paço Municipal desde às 7h e a adesão ao movimento aumenta gradativamente. Ao menos nesta segunda-feira, a ordem é manter a greve. “Mesmo que o prefeito chame para negociar, a intenção é mater a paralisação”, diz.
O objetivo é que aproximadamente 90% dos cerca de 2,1 mil funcionários não trabalhem. Os servidores de Várzea Paulista exigem 12% de reajuste salarial, R$ 300 de tíquete alimentação e o pagamento do vale-transporte em dinheiro. 

Em nota, a Prefeitura de Várzea Paulista explicou sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal, a qual impede que o poder público municipal gaste mais de 54% do que arrecada com a folha de pagamento dos servidores. “A prefeitura vem diminuindo o percentual da receita gasto com salários e encargos. Em dezembro de 2012 o total era 55,40%, e hoje está em 52,76%. Caso seja concedido o aumento na forma de salário e encargos, o município poderá voltar a descumprir a lei, como anteriormente”.

O oferecido pelo poder público aos servidores foi R$ 200 de tíquete alimentação e até R$ 200 para o transporte, pagos em dinheiro. “Em 2013, a concessão de reajuste salarial de 7% (dissídio), concedida de forma integral, fez com que o índice de despesa com pessoal voltasse a ultrapassar os 54%, tornando indispensável, então, a suspensão de horas extras e impedindo a realização de novos concursos públicos, além de congelamento na concessão de progressões previstas no plano de carreira da categoria”, diz a prefeitura, na nota.


Link original: https://www.jj.com.br/regiao/em-greve-servidores-se-concentram-no-paco/
Desenvolvido por CIJUN