Acervo

GMs do Aglomerado aguardam por reestruturação e melhorias


Segundo as prefeituras do AUJ, Guardas Municipais devem receber melhorias nas condições de trabalho em breve. Foto: Jornal de Jundiaí
Crédito: Reprodução/Internet
As Guardas Municipais das cidades que fazem parte do Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ) estão recebendo, ou pelo menos há projetos em andamento, de melhorias na estrutura e condições de trabalho dos guardas. Pelo menos é o que garante as prefeituras dos municípios que englobam essa região. Ainda segundo algumas delas, a falta de verba pode influenciar no tempo em que essas melhorias aparecerão. Após denúncias feitas sobre a atual situação da corporação de Campo Limpo Paulista, na qual havia falta de viaturas e coletes à prova de balas, e que alguns materiais teriam sido emprestados de Jundiaí, a cidade, por meio da Secretaria de Segurança Integrada (SSI), respondeu via nota oficial que diversas melhorias estão em andamento para avanço do trabalho da Guarda Municipal. Como por exemplo, processo a locação de viaturas, motocicletas e uma caminhonete para atender a demanda por viaturas, além da compra de 66 coletes balísticos, rádios digitais, repetidoras, munição e oferecimento de cursos de capacitação profissional. [caption id="attachment_20048" align="alignright" width="300"]Segundo as prefeituras do AUJ, Guardas Municipais devem receber melhorias nas condições de trabalho em breve. Foto: Jornal de Jundiaí Segundo as prefeituras do AUJ, Guardas Municipais devem receber melhorias nas condições de trabalho em breve. Foto: Jornal de Jundiaí[/caption] A nota ainda frisou que as viaturas passam por algumas manutenções e estavam em más condições por conta da falta de investimento das gestões passadas. Em Várzea Paulista a situação é a mesma. Também através de nota oficial, a prefeitura afirmou que a administração municipal está comprometida em aplicar recursos em novos equipamentos para a Guarda Municipal neste ano. Mas destacou os investimentos feitos em 2017, como a nova sede, que era um sonho antigo do órgão. A Guarda Ambiental também ganhou uma nova sede no Sítio do Mursa, que permite mais agilidade no resgate aos animais e combate a incêndios. Também houve troca recente de coletes e uma renovação da frota utilizada. Atualmente, a GM de Várzea Paulista conta nove viaturas e 104 GMs. Há expectativa de um concurso público ainda em 2018. A cidade de Itupeva também afirma que investiu na corporação, principalmente em 2017. A prefeitura informou que houve a contratação de cinco novos guardas, que participaram do curso de formação pela primeira vez realizado no município (antes, os alunos-guardas itupevenses tinham de se deslocar até cidades vizinhas para esta finalidade). Ainda segundo ela, a dívida com a empresa que opera o sistema de monitoramento foi sanada e voltou a funcionar após anos. Aconteceu também a ampliação no trabalho do Canil e a criação da Patrulha Rural. Após quatro anos, alguns equipamentos também foram repostos. Em Jarinu, a Secretaria de Segurança Pública informou que ainda não teve investimentos neste ano por falta de recursos, porém, há planos para isso. Atualmente, a frota conta com três viaturas e duas motocicletas para vigilância no município. Os municípios de Louveira, Cabreúva e Jundiaí foram procurados pela reportagem se manifestar sobre a condição de suas corporações - Jundiaí também foi questionada sobre o empréstimo de materiais à corporação de Campo Limpo Paulista. Porém, até o fechamento desta edição não houve resposta.

Notícias relevantes: