Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Índices criminais registram queda nas cidades do Aglomerado

NIZA SOUZA - csouza@jj.com.br | 03/03/2018 | 01:25

Um levantamento feito pela reportagem do Jornal de Jundiaí mostra que a maioria dos crimes que fazem parte das estatísticas da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) registrou queda no primeiro mês deste ano nas cidades do Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ), formado por Jundiaí, Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Louveira, Itupeva, Jarinu e Cabreúva. A maior queda foi registrada nas ocorrências de lesão por acidente de trânsito. Ao todo, as cidades do Aglomerado tiveram em janeiro deste ano 97 casos, contra 138 no ano passado, queda de 30%. Já os casos de lesão corporal caíram 22%, de 209 para 162 no mesmo período. Os roubos em geral (não inclui de veículos) também registraram queda expressiva em janeiro, de 11%. Foram 202 ocorrências neste ano, ante 246 em 2017. Os roubos de carros caíram 5%, de 50 para 47, no mesmo período,

Os casos de furto em geral (não inclui de veículos) também registraram leve queda, de 1,5%. Foram 707 no ano passado contra 697 neste ano. Em janeiro deste ano não foi registrado nenhum crime de latrocínio (roubo seguido de morte) nos municípios do Aglomerado. No ano passado, foi registrado somente um, em Jundiaí. Apenas três tipos de crimes tiveram aumento no período. O furto de veículo subiu de 107 no ano passado para 121 neste ano, crescimento de 13%. O município que registrou maior aumento nesse tipo de crime foi Várzea Paulista, onde o número subiu de 17 em 2017 para 29 no primeiro mês deste ano. Campo Limpo Paulista e Cabreúva também registraram aumento. No restante das cidades houve queda nos furtos de veículo.

Os casos de estupro também registraram ligeiro aumento no Aglomerado, de 15 em 2017 para 17 neste ano. O crescimento foi puxado por Várzea Paulista, que não teve nenhum caso registrado em janeiro de 2017, mas neste ano foram 7 ocorrências no mês. Por outro lado, em Jundiaí os casos de estupro caíram 50%, de 10 para 5, o menor número desde 2009. O terceiro tipo de crime que cresceu neste ano foi o homicídio, subindo de 2 para 3. Enquanto em Jundiaí o número de homicídios caiu de 2 para 1, os municípios de Campo Limpo e Várzea Paulista, que não tiveram esse tipo de crime em janeiro de 2017, registram um crime cada neste ano.  O delegado Luiz Carlos Branco, titular da Seccional de Jundiaí, ressalta que os índices criminais na Região têm caído frequentemente. “Isso é reflexo do trabalho forte de investigação da polícia, esclarecimentos de grande número de ocorrência, com prisões de autores de crime e cumprimento de mandados judiciais. Tudo isso reflete diretamente nesses índices”, analisa.


Link original: https://www.jj.com.br/regiao/indices-criminais-registram-queda-nas-cidades-do-aglomerado/
Desenvolvido por CIJUN