Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br
Notícias sobre “josé renato nalini”
26/01/2020 Sempre cito José Saramago que, em resposta à observação de que ele estava muito pessimista, respondia: "Não sou eu que sou pessimista! O mundo é que anda péssimo!".
12/01/2020 O inesperado é a única certeza numa era de incertezas, e tudo se desfaz em nossos tempos. Bauman falava sobre a realidade líquida: o que era aparentemente sólido, se liquefaz. Ou, se quiserem, se desfaz no ar.
02/01/2020 Confesso que me decepcionei com o aumento dos recursos destinados ao Fundo Partidário. Fiquei muito esperançoso quando vi o Senador Major Olímpio dizer que não haveria mais essa reserva de dinheiro para sustentar os partidos políticos. Mas o resultado foi um acréscimo inacreditável nesta fase em que o Brasil está na penúria.
26/12/2019 Quando se pensa que o mundo não pode ficar pior, aí é que vem a surpresa: pode sim! A lucidez é outro ingrediente em falta na humanidade do século 21. Nem se fale aqui no Brasil, com incêndios programados, teoria da conspiração que acusa as ONGs de serem contrárias à tutela ambiental, argumenta-se com a destruição das florestas como um fato "cultural"!
19/12/2019 Somos desmemoriados. Atentos ao que acontece hoje, curiosos em relação ao amanhã, negligenciamos o ontem. Por isso deixamos morrer os nossos mortos. Que só morrem quando se apagam de nossa memória. Estes dias, remexendo meus guardados, achei um folheto contendo duas palestras: “A obra poética do Padre Armando Guerrazzi”, feita pelo Prof. Nelson Foot e […]
15/12/2019 A política serve para coordenar o exercício do poder, com a finalidade de tornar o convívio algo saudável para todos. Sem ela, corre-se o risco de permitir o arbítrio, sufocar a liberdade, impedir que o ser humano explore suas potencialidades e alcance a plenitude de seus atributos. Lamentavelmente, nem sempre a política é o mister […]
05/12/2019 Nasceu em 1º de maio de 1829 no Ceará e se formou na São Francisco em 1854. Com 30 anos, era Consultor do Ministério da Justiça. Brilhara na imprensa como folhetinista: escrevia capítulos semanais de textos que seduziam os leitores. Foi assim que publicou o Guarany no Diário do Rio de Janeiro, fazendo os cariocas […]
17/11/2019 A República nasceu mal no Brasil. Seu pecado original foi a ingratidão. Pedro II foi um estadista. Sereno, prudente, sábio e amigo da sabedoria. Protetor dos estudiosos. Desapegado do poder e de bens materiais. Exilaram-no, embarcaram-no qual criminoso, servindo-se da escuridão. E aí começou um trajeto cujos percalços não podem ser desconhecidos por aqueles que […]
03/11/2019 O inefável Dr. Jorge. Há muitos adjetivos para qualificar o Dr. Jorge Luíz de Almeida. Escolhi inefável porque significa um conjunto de atributos perfeitamente aplicáveis a essa figura tão importante na vida de tantos. Indescritível, encantador, inebriante, inexprimível, indizível. Todos esses verbetes têm um pouco das características daquele que perdemos esta semana. Já o conhecia […]
17/10/2019 Havia um personagem que todas as semanas aparecia na revista ‘Cruzeiro’, que era ‘o amigo da onça’. Era um sujeitinho esperto, que sempre colocava as pessoas em situações constrangedoras ou ridículas. E ele sempre se ‘saía bem’. Com a extinção do ‘Cruzeiro’, que teve o mesmo fim de ‘Manchete’ e ‘Realidade’, o personagem também desapareceu. […]
10/10/2019 A Etiópia, que até há pouco nos fornecia imagens dantescas de crianças famélicas, dá uma lição para o mundo em 2019. Em 29 de julho de 2019, em doze horas, sua população conseguiu plantar 352 milhões de árvores. É o mundo a mostrar que ‘aquecimento global’ não é fruto da teoria da conspiração, mas realidade […]
06/10/2019 A vida é muito breve. Quando se dá conta, ela já passou. Revisitar o passado é uma viagem estranha. Há coisas boas, mas é uma jornada dolorosa. Há mais mortos do que vivos no trajeto afetivo. Principalmente porque as afeições mais intensas ocorrem na mocidade. No terreno família, a morte mais sentida foi de minha […]
03/10/2019 A despeito da crueldade humana, a Primavera resplandece com os ipês brancos, efêmeros como a tola pretensão humana e os amarelos, mais resistentes. Como a simbolizar a esperança dos que acreditam num mundo melhor. O Brasil foi uma esplêndida surpresa para o colonizador luso. Ele já dizimara suas florestas, embora para uma causa justificável. Construir […]
29/09/2019 As eleições de 2018 foram explícito recado para a classe política. Tudo aquilo que vinha acontecendo teria de merecer um “basta”. Nada de troca de favores, nada de tornar o Erário, fruto do suor e do sangue do povo miserável, refém dos interesses pecaminosos de quem confunde a coisa pública com a privada. A renovação […]
26/09/2019 Rimbaud, o poeta francês de vida tão turbulenta, escreveu um poema célebre, cujo verso é reiteradamente declamado: “par delicatesse, j’aiperdu m avie”. Por delicadeza, eu perdi minha vida. Isso vem a propósito de um artigo da antropóloga Mirian Goldemberg, autora do livro ‘A Bela Velhice’. Ela critica a praxe brasileira de insistir, mesmo quando a […]
Página 1 de 41234

Desenvolvido por CIJUN