Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

As várias faces de uma ilha caribenha

| 16/09/2014 | 19:46

Cuba é a maior ilha do Caribe e a mais ocidental do grupo das Grandes Antilhas. Situada a 145 quilômetros ao sul da Flórida, tem em seu povo, costumes, cidades e praias um conjunto que é um convite para descobrir um país multifacetado e inesquecível. A ilha oferece aos visitantes uma rica história e herança artístico-cultural e, por isso, está em alta entre os apaixonados por viagens.

Com as suas mais de 300 belas praias de areia branca, proporciona um ambiente descontraído para fugir do estresse, além da possibilidade de mergulhar num mundo de ritmos coloridos e de uma cultura de origens diversas.

A capital Havana representa a verdadeira essência do país. É uma cidade com vida noturna agitada, com forte presença de ritmos latinos. Quem gosta de dançar pode aprender mambo, bolero, salsa e o chachachá num dos muitos bares espalhados pela capital. Havana é uma metrópole nostálgica que resiste ao passar do tempo e dispõe de um dos mais belos conjuntos monumentais coloniais da América Central, reconhecido, inclusive, como Patrimônio da Humanidade. As fachadas coloridas das casas e a melancolia de alguns dos seus recantos exercem uma forte atração sobre os visitantes.

Zonas – Havana é dividida por duas zonas principais: a parte velha e a moderna. Na primeira está o centro histórico, onde é possível observar um notável conjunto arquitetônico colonial, com destaque para a Plaza de las Armas, o Museu da Cidade e a Plaza de la Catedral. No fim da tarde, uma boa pedida é contemplar o pôr do sol no Malecón, “a varanda de Havana sobre o mar”. Para conhecer bem a cidade, o ideal é priorizar passeios a pé, especialmente na região de Havana Vieja. Quem desejar deslocar-se até os arredores da cidade pode optar por ônibus ou táxis. Visitar a Bodeguita del Médio na Plaza de la Catedral e tomar um mojito ao som de boa música é outro passeio obrigatório. É sempre uma boa escolha também contemplar a cidade a partir da Fortaleza del Morro.

Gastronomia – Cuba também é uma excelente escolha para quem não abre mão de conhecer as atrações culinárias dos seus destinos de viagem. Comida crioula misturada com a espanhola, africana e a verdadeiramente caribenha são oportunidades únicas para quem gosta de conhecer uma realidade gastronômica diferente. Antes ou depois do jantar, a dica é assistir à cerimônia dos canhões na Fortaleza La Cabaña, que ocorre todos os dias às 21h, ou visitar o Cristo de Havana por meio do ferrotrilho que cruza a baía. E não se pode esquecer também de provar os sorvetes cubanos supercremosos e saborosos.

História – O Hotel Nacional e o Museo de la Revolucion são paradas obrigatórias para quem quer conhecer a rica histórica cubana. O hotel hoje é um autêntico museu e foi lá que se alojaram americanos de todo tipo antes da chegada de Fidel Castro. Há um bar com as fotos de todos os que se hospedaram ali, entre artistas e gente famosa da Espanha.

Varadero – É o principal centro turístico de Cuba, onde é possível desfrutar de magníficas praias: são 20 quilômetros de areia branca e águas transparentes rodeados de palmeiras. Varadero é considerado o principal destino de sol e praia em Cuba. A 140 quilômetros de Havana, a cidade fica em uma península longa e estreita e serviu, nos anos 1940 e 1950, como refúgio para criminosos norte-americanos. Hoje são os turistas, principalmente canadenses, os frequentadores mais assíduos das areias do balneário. Na parte mais antiga de Varadero estão os cubanos que moram na região. Quem está só de passagem pode aproveitar as opções de restaurantes com preços bem em conta e ainda experimentar algumas iguarias, como a carne de crocodilo.

Para conhecer o fundo do mar, sem se molhar, o passeio a bordo do Varasub, um barco que faz às vezes de submarino, é a pedida. No casco há diversas janelas e, conforme a embarcação navega, peixes, corais e outros representantes da vida marinha caribenha aparecem. O Varasub sai da marina Darsena Varadero e quando o passeio começa o marujo serve drinques típicos, em geral cuba libre.

Há outras opções de entretenimento aquático, como mergulhar de snorkel nas barreiras de corais, visitar o aquário com golfinhos treinados e ir até os Cayos, magníficas ilhotas caribenhas. Todos os passeios podem ser agendados no próprio hotel. A região é repleta de resorts, parques e hotéis. À noite, a dica é jantar num restaurante com música ao vivo e depois sair para uma das festas que são organizadas diariamente nos hotéis.

Outro destino que não pode ficar de fora é Cayo Largo, no litoral sul. As praias são extensas, de areia branca e muito finas banhadas por quentes águas azuis transparentes. O silêncio da ilha só é quebrado pelo barulho dos pelicanos e das gaivotas. Já as praias de Cayo Coco, arquipélago da Província de Ciego de Ávila, são excelentes opções para quem busca regiões menos exploradas e mais tranquilas.

Colaboração: Agência de Viagens For You Turismo (www.foryoutur.com.br)


Link original: https://www.jj.com.br/turismo/as-varias-faces-de-uma-ilha-caribenha/
Desenvolvido por CIJUN