Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Beleza marcante sob o sol do Nordeste

| 14/10/2014 | 21:48

O verde contagiante dos coqueiros que dominam toda a orla praiana de Maceió pode ser apreciado de longe, em uma das jangadas de velas coloridas que levam o visitante às famosas piscinas naturais formadas na praia da Pajuçara. Museus, teatros, igrejas, bairros, históricos, artesanatos, gastronomia diversificada completam esse cenário inesquecível para quem visita a capital alagoana.

A cidade dispõe de 40 Km de litoral e 22 Km de lagoas e canais e desperta paixão pelas belezas naturais, culturais e históricas. As belíssimas praias de mar têm tonalidades que oscilam do azul ao verde, com piscinas naturais a 2 km da costa. São, sem sombra de dúvidas, as principais atrações da cidade.

As praias são emolduradas por coqueirais, um realce à ornamentação natural das paisagens. O coqueiro é expressivo na cultura de Alagoas. Contribui com o desenvolvimento econômico, faz parte da culinária típica, tem representatividade no artesanato e na tradição popular.

Maceió passou a ser capital de Alagoas em 1839. Hoje, com aproximadamente 1 milhão de habitantes, ocupa uma área de 511 mil quilômetros quadrados, com uma temperatura média de 26 graus. Os revitalizados bairros de Jaraguá e Centro preservam um conjunto arquitetônico, acervos e originalidade de uma época que retratam a história da cidade.

Jaraguá – Tombado pelo Patrimônio Histórico e Arquitetônico de Alagoas, o bairro representa o berço da história e desenvolvimento de Maceió. O cenário conserva a imponência de uma época através de seus armazéns, casario e igrejas. É uma região bucólica que nos faz viajar no tempo. O potencial cultural, representado nas manifestações folclóricas, diversificado artesanato, excelente rede hoteleira, restaurantes nacionais e internacionais, Centro Cultural e de Exposições e o Porto de Jaraguá, associados aos serviços de qualidade, fazem parte da infraestrutura turística que atende às expectativas de quem visita Maceió.

Pontal da Barra – O bairro abriga uma comunidade de pescadores e artesãos às margens da Lagoa Mundaú. O artesanato, exposto nas portas das casas, é confeccionado pelas rendeiras que tecem o Filé, renda tipicamente alagoana, e ocupa importante posição na economia da comunidade. Na Lagoa Mundaú os pescadores retiram o sururu, um molusco que se destaca na gastronomia alagoana. O local é ideal para passeios de barcos que entre ilhas navegam indo em direção ao encontro com o mar.

Dicas – Navegar nas Jangadas com velas coloridas até as piscinas naturais, formadas pelos recifes de corais da Praia de Pajuçara e passear de barco na Lagoa Mundaú e Manguaba, entre ilhas e canais, são duas escolhas certeiras. Quem busca tranquilidade não pode deixar de conhecer bucólico Pontal da Barra, bairro à margem da Lagoa Mundaú, onde as rendeiras tecem o filé. Admirar a cidade do Mirante São Gonçalo, que oferece uma visão panorâmica da enseada de Jaraguá até o Pontal, também é uma boa pedida na hora do descanso.

Gastronomia – Para quem gosta de aproveitar as viagens para conhecer a gastronomia local, a dica são as deliciosas tapiocas, comercializadas nas barracas que ficam nas praias de Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca. Além disso, conhecer o Mercado do Artesanato, considerado uma vitrine da arte popular, também deve estar na lista das prioridades. Os produtos comercializados representam a cultura dos alagoanos.

Quem curte artesanato tem a opção de caminhar pela orla, tomar água de coco e apreciar a criatividade dos trabalhos confeccionados em coco, madeira, palha, bordados e cerâmica que são expostos na Feirinha da Pajuçara. E, claro, não esquecer de visitar o Pavilhão do Artesanato, onde várias lojas exibem verdadeiras obras de arte.

Litoral Norte – O litoral norte de Alagoas, conhecido como Costa dos Corais, possui a segunda maior barreira de corais do mundo. São 130 km realçados pelo verde dos coqueiros e o azul intenso do mar. A exuberância das piscinas naturais e biodiversidade da vida marinha são atrações à parte de uma beleza indescritível. Vários municípios fazem parte desse cenário rico em atrativos, onde a natureza reina absoluta e oferece os melhores serviços aos visitantes.

Paripueira – Distante 36 km do centro de Maceió, o nome significa “águas mansas”. O município possui infraestrutura, belas praias e a maior concentração de piscinas naturais do Brasil. É um recanto ecológico onde foi criado o primeiro Parque Municipal de Preservação do Peixe-Boi na América Latina.

Barra de Santo Antonio – O município, às margens do Rio Santo Antônio, se divide entre a simplicidade da vida dos seus nativos e a grandiosidade de monumentos históricos da arquitetura holandesa do século 18. A cidade possui um grande rio margeado por manguezais, belas praias como Tabuba, Carro Quebrado e a Ilha da Croa. Passo de Camaragibe, São Miguel dos Milagres, Porto Calvo e Porto de Pedras são outras cidades que merecem uma visita.

Colaboração: Agência de Viagens For You Turismo (www.foryoutur.com.br)


Link original: https://www.jj.com.br/turismo/beleza-marcante-sob-o-sol-do-nordeste/
Desenvolvido por CIJUN