Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Nossa elegante vizinha Punta Del Este

| 16/09/2014 | 20:44

Nas suas próximas férias de verão você quer fazer uma viagem curta. Não vai ter muito tempo para ficar fora, e não quer voar para muito longe. Mas tem que ser internacional, para dar aquele “gostinho” diferente, ouvir outra língua, gastar em dólares. Óbvio que tem que estar calor, para não levar todos os teus casacos e jaquetas de inverno pesados e cheirando mofo. Quer fazer umas compras bem bacanas, em lojas elegantes mas que não te rasguem as artérias ou te ponham em conflito matrimonial. Ah, lógico, quer muitas opções de bons restaurantes por preços relativamente camaradas. Se for praia melhor ainda, e se tem opções de baladas lotadas de gente bonita, pronto, não vai ter erro. Pois é meu contumaz leitor, tenho uma resposta: Punta del Este!

Pega um voo tranquilo de pouco mais de duas horas e chegou na capital do Uruguai, Montevidéu. Dali a Punta são 130 km de carro alugado ou traslado. Ter o seu carro é uma opção legal para ficar um pouco mais independente. Além disso, existem várias opções de hospedagem, desde o famoso e icônico Hotel Conrad (com o cassino no lobby engolindo seus suados dólares) até hotéis centrais de três estrelas em que se fica muito bem acomodado. E aqui a palavra chave é localização.

Você e mais quatrocentos mil turistas escolheram ir para lá e tirar seus dias de patrão, no verão, que é a melhor época. Sim, é muita gente. Sim, é necessário fazer a reserva com antecedência em vários restaurantes e, sim, os hotéis vão estar cheios. Mas não é essa a intenção da viagem? Ou então passe uma semana em Reykjavik, capital da Islândia, na mesma época. Não tem uma alma penada na rua, pelo simples fato que está menos 30 graus e seus cílios congelam antes mesmo da primeira piscada.

Na minha opinião, orgulhoso dono de uma barba rala de cor dálmata, já passei um pouco da idade de baladas nervosas. Mas para quem está na ativa ainda, pode esfregar as mãos. Festas de duas, três mil pessoas são bem comuns. E num lugar elegante como este, é só gente bonita e perfumada. Dá um tapa no visual, arruma essa peruca e vai que é sua! Por isso a viagem para lá deve durar pelo menos uma semana.

Nunca se deve esquecer dos principais lugares turísticos (vai que alguém pergunta se você tirou alguma foto daquela “mão que sai da areia”!). A escultura La Mano, na praia Brava, é um ícone bem interessante. A Casapueblo também e obrigatória. Contruída na década de 60 pelo artista Vilaró, toda caiada, encrustada nas pedras, e o por do sol visto dali é delirantemente lindo.

E fundamental mesmo é conhecer o restaurante “Lo De Tere”. Pequeno, charmoso, de frente para marina e todos aqueles barcos/iates estacionados. Muito elegante e ainda assim com toque aconchegante, ideal para pedidos de casamento ou reconciliações momentâneas. Peça o prato chamado “Como Dios Manda!”, um dos melhores pedaços de carne que comi na vida. E de sobremesa um “Homenaje al Dulce de Leche” que é três-em-um: pequena porção de mousse de doce de leite, uma bolinha de sorvete de doce de leite e duas fatias de queijo derretido com … doce de leite. Pode me colocar no seu testamento depois dessa.

ALEXANDRE MASSOTI
é jundiaiense de coração, agente de viagens e cidadão do mundo. Formado em administração de empresas, atua na área de turismo há 20 anos. e-mail: alexandre@rosamassoti.com.br


Link original: https://www.jj.com.br/turismo/nossa-elegante-vizinha-punta-del-este/
Desenvolvido por CIJUN