Últimas

Covid-19: Ministério confirma reinfecção com nova variante no Amazonas


Itamar Crispim/Fiocruz
Covid-19: Fiocruz amplia capacidade nacional de testagem
Crédito: Itamar Crispim/Fiocruz

O Ministério da Saúde confirmou hoje (15) um caso de reinfecção com uma nova variante no Amazonas. O episódio foi identificado pela Fundação Oswaldo Cruz no Amazonas e comunicado pelo governo do estado ao Ministério da Saúde.

A paciente é uma mulher de 29 anos, infectada inicialmente em março do ano passado. O segundo diagnóstico ocorreu no fim de dezembro. O resultado do exame revelou uma mutação do vírus, descoberta pelo Ministério da Saúde do Japão, mas que teria origem no Amazonas.

Até o momento, o Brasil já registrou dois casos de reinfecção com variante do novo coronavírus. Além da paciente do Amazonas, uma outra paciente apresentou em seus exames uma mutação do vírus notificada também na África do Sul.

Com as mesmas linhagens já foram confirmados até o momento três casos no Brasil, sendo um em São Paulo, um no Rio Grande do Norte e um no Rio Grande do Sul.

Em função desta variante, o Reino Unido proibiu os voos vindos do Brasil.

Ouça na Radioagência Nacional:


OMS

Hoje o diretor executivo da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, comentou a ascensão de mutações do vírus. Ele afirmou em entrevista coletiva que a culpa do recrudescimento da pandemia não é apenas do risco da circulação de mutações do vírus, mas também daquilo que as autoridades não fizeram a contento.

“Estamos tendo uma rápida aceleração dos casos. Uma pequena proporção pode se dever à emergência das variantes. A grande proporção dessa transmissão está ocorrendo porque estamos reduzindo o distanciamento social. Não estamos quebrando as cadeias de transmissão”, destacou Ryan.


Notícias relevantes: