Últimas

STF cobra governo a mostrar cronograma de vacinação no plano de imunização

Ministro Ricardo Lewandowski ordenou a intimação do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello


Tânia Rêgo/Agência Brasil
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em entrevista coletiva no Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into) no Rio de Janeiro.
Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O STF (Supremo Tribunal Federal) cobrou que o governo federal apresente uma atualização do plano nacional de imunização com o cronograma de vacinação dos grupos de risco agora que os imunizantes estão autorizados para uso emergencial no Brasil.

O ministro Ricardo Lewandowski ordenou a intimação do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e o advogado geral da União para mostrarem o "cronograma correspondente às distintas fases da imunização" em uma atualização da proposta. A revisão mensal do "plano nacional de operacionalização da vacina contra a covid-19" já estava prevista, destacou ele, em despacho desta segunda-feira (18).

Em 15 de dezembro, o governo enviou um plano de imunização ao STF, mas não apresentou as datas para a vacinação. Agora que os imunizantes estão no Brasil e já foram autorizados para uso emergencial, o ministro quer saber quando cada grupo de risco — profissionais de saúde, índios em aldeias e idosos — será vacinado. O despacho de Lewandowski foi feito numa ação movida por cinco partidos políticos: PT, PSB, Cidadania, PCdoB e PSOL.


Notícias relevantes: