Últimas

Vacinação para idosos entre 80 e 84 anos começará no dia 1º de março em todo o estado de São Paulo

Já a imunização da faixa entre 85 e 89 anos, que começaria na segunda-feira (15), foi antecipada para esta sexta (12)


Divulgação
João Doria anunciou redução de impostos, ajuda em crédito e parcelamento de dívidas para empreendedores
Crédito: Divulgação

O governo de São Paulo anunciou hoje que a vacinação de idosos entre 80 e 84 anos contra a covid-19 começará no dia 1º de março. Já a imunização da faixa entre 85 e 89 anos, que começaria na segunda-feira (15), foi antecipada para esta sexta (12).

No momento, municípios paulistas estão vacinando profissionais de saúde e idosos com 90 anos ou mais. O estado segue recebendo lotes de insumos da China para a produção da CoronaVac no Instituto Butantan. As novas doses voltarão a ser distribuídas a partir do dia 23 de fevereiro.

"O governo de São Paulo conseguiu acelerar a distribuição para oferecer vacina aos idosos. Nesta nova fase, serão vacinados 309 mil idosos na faixa etária entre 85 e 89 anos", informou o governador João Doria (PSDB), em coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

O calendário para cada subgrupo pode variar de cidade para cidade, já que os municípios têm autonomia para antecipar datas de cada etapa conforme o andamento da vacinação e a disponibilidade de doses. Na capital, por exemplo, começaram a ser vacinados ontem (9) os profissionais da saúde autônomos a partir de 70 anos (até sexta, serão vacinados os profissionais a partir de 60 anos).

O Butantan estava com a produção paralisada desde o meio de janeiro por falta de insumos, que vêm da China. Com a chegada do primeiro lote, na última quarta (3), a produção foi retomada e o instituto diz que não deverá mais parar.

"Desde domingo [7], iniciamos produção de vacinas a partir do lote que chegou semana passada. Estamos produzindo pouco mais de 600 mil doses por dia", afirmou Dimas Covas, diretor do Butantan, na coletiva. Segundo o governador João Doria, mais de 1 milhão de pessoas já foram vacinadas no estado de São Paulo.


Notícias relevantes: