Últimas

Brasileiros que vieram de Wuhan dizem que era melhor ter ficado na China

Quando os brasileiros chegaram de Wuhan, o Brasil ainda não tinha nenhum caso de covid-19 confirmado, hoje é o terceiro país do mundo com mais casos


Divulgação
Avião da FAB que buscou os brasileiros em Wuhan
Crédito: Divulgação

No ano passado, em 9 de fevereiro, quando a pandemia ainda era realidade em poucos países, um deles a China, aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) aterrissaram em Goiás com 34 brasileiros que estavam em Wuhan, na China. Naquele momento, a cidade era o epicentro do coronavírus.

Mas, um ano depois, alguns dos brasileiros resgatados disseram para o jornal Extra que era melhor ter ficado na China. "Todos falam que, se soubéssemos como [o Brasil] estaria hoje, não teríamos voltado para cá", disse Adrielly Eger, modelo catarinense que foi trazida de Wuhan para o Brasil.

Quando os brasileiros chegaram de Wuhan, o Brasil ainda não tinha nenhum caso de covid-19 confirmado. Hoje, o Brasil é o terceiro país do mundo com mais casos de covid-19, atrás de Estados Unidos e Índia, e se aproxima de 10 milhões de casos. Já a China tem pouco mais de 100 mil casos, o que a coloca na posição 82 no mundo. Os números são da Universidade John Hopkins.

"Eles [chineses] tiveram coerência. Quando foi preciso, fecharam tudo, foram radicais. Aqui [no Brasil] foi um caos total. Não havia conversa entre estados, municípios, governo. O presidente queria abrir, o resto queria fechar. Por isso a crise está se estendendo tanto tempo", falou para o Extra o analisa mineiro Vitor Campos, também resgatado de Wuhan.

Já o paulistano Kenyiti Shindo, que ficou em Wuhan, disse à BBC News Brasil que a situação na cidade chinesa "está praticamente normal". "Usamos máscara quando entramos em locais fechados, como bares, restaurantes ou shopping centers. Claro que existe uma preocupação de que o vírus volte, mas tudo já funciona como antes".

Quando os brasileiros chegaram de Wuhan, o Brasil ainda não tinha nenhum caso de covid-19 confirmado. Hoje, o Brasil é o terceiro país do mundo com mais casos de covid-19, atrás de Estados Unidos e Índia, e se aproxima de 10 milhões de casos. Já a China tem pouco mais de 100 mil casos, o que a coloca na posição 82 no mundo. Os números são da Universidade John Hopkins. "Eles [chineses] tiveram coerência. Quando foi preciso, fecharam tudo, foram radicais. Aqui [no Brasil] foi um caos total. Não havia conversa entre estados, municípios, governo. O presidente queria abrir, o resto queria fechar. Por isso a crise está se estendendo tanto tempo", falou para o Extra o analisa mineiro Vit... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2021/02/14/brasileiros-resgatados-em-wuhan-dizem-que-era-melhor-ter-ficado-na-china.htm?cmpid=copiaecola


Notícias relevantes: