Últimas

Governo de SP anuncia retorno à Fase Vermelha até 18 de abril

A mudança de fase valerá a partir de segunda-feira (12), com algumas alterações


Divulgação
Fase Vermelha do Plano São Paulo deverá durar ao menos até o dia 18 de abril
Crédito: Divulgação

O estado de São Paulo voltará para a Fase Vermelha do Plano São Paulo a partir de segunda-feira (12). A medida deverá durar ao menos até o dia 18 de abril.

O anúncio foi feito hoje pelo vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) em pronunciamento no Palácio dos Bandeirantes. O governador João Doria (PSDB) não participou da coletiva. Atualmente, o estado está na Fase Emergencial, com mais restrições e uma espécie de toque de recolher das 20h às 5h.

A dúvida sobre fases no Palácio dos Bandeirantes era mais voltada à comunicação do que à flexibilização. A avaliação do governo paulista e do Centro de Contingência é que as restrições têm trazido o resultado esperado, com desaceleração dos indicadores, mas ainda não é momento para uma abertura maior.

Apesar da mudança de fase, ficam mantidos:

  • Proibição de cultos religiosos presenciais
  • Recomendação de teletrabalho
  • Recomendação do escalonamento de horários alternados para os setores de serviços, do comércio e da indústria
  • Toque de recolher das 20h às 5h

Na Fase Vermelha, haverá algumas flexibilizações, como: 

  • Reabertura das lojas de material de construção
  • Retomada de eventos esportivos, como futebol, sem a presença de público e dentro de todas as normas sanitárias
  • Retirada de pedidos de comida diretamente nos restaurantes

As escolas estaduais irão reabrir a partir da semana que vem, segundo o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares. As redes municipais e particular dependem de decisões de cada prefeitura.

Mais de 80 mil mortes por covid-19 no estado

As mortes por covid-19 no estado de São Paulo já passaram de 80 mil e seguem em alta. O número de casos está próximo de 2,6 milhões, de acordo com a última atualização.

Até ontem, a ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no estado era de 88,3%. Apesar de ainda estar em um patamar alto, o número tem caído nos últimos dias. Na quarta-feira (7), a taxa de ocupação de leitos de UTI no estado de São Paulo ficou em menos de 90% pela primeira vez em três semanas.


Notícias relevantes: