Últimas

Doria anuncia vacinação de trabalhadores do transporte e pessoas com comorbidades em maio em SP

Motoristas e cobradores de ônibus, um total de 165 mil pessoas, serão imunizados a partir de 18 de maio


O governo João Doria (PSDB) anunciou nesta terça-feira (20) a vacinação de metroviários, motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo em maio.

As categorias vinham ameaçando greve no estado, mas elas foram canceladas após sinalização do governo.

Os metroviários e ferroviários, um total de 10 mil pessoas, serão vacinados a partir de 11 de maio. Motoristas e cobradores de ônibus, contingente de 165 mil pessoas, serão imunizados a partir de 18 de maio.

"Todas as medidas que estamos adotando de vacinação de setores no estado de São seguem um critério rigorosamente avaliado do ponto de vista médico, sanitário, de economia e grau de exposição. O ideal seria que tivéssemos vacina para todos os brasileiros, não apenas por segmentos da população. Mas peço que compreendam, a falta de vacinas não é responsabilidade do estado, e sim uma responsabilidade do Ministério da Saúde e do governo federal", disse Doria.

Doria frisou que o programa de imunização depende de envio das vacinas da Fiocruz, um compromisso que foi revisado várias vezes.

Além disso, ele deu o cronograma de vacinação para pessoas com síndrome de down (50 mil pessoas), pacientes transplantados (30 mil pessoas) e pacientes renais em diálise (40 mil pessoas), a partir de 10 de maio.

O anúncio foi feito no Palácio dos Bandeirantes, na zona oeste de São Paulo, em entrevista coletiva para anúncio de medidas de combate ao coronavírus.


Notícias relevantes: