Últimas

CIEE: oportunidades de estágio cresceram no primeiro trimestre de 2021


7/7/2016/Gabriel Jabur/Agência Brasília
Estudantes brasilienses concluem simulado do Enem Colégio Setor Oeste, Asa Sul, Brasília, DF, Brasil 7/7/2016 Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília.
Crédito: 7/7/2016/Gabriel Jabur/Agência Brasília

No Dia Internacional do Jovem Trabalhador, lembrado neste sábado (24), dados do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) indicam que a oferta de oportunidades de estágio e aprendizagem cresceu no primeiro trimestre de 2021 em comparação aos últimos meses de 2020. O movimento ascendente indica recuperação no período, mas permanece distante dos números pré-pandemia.

Segundo levantamento do CIEE, instituição filantrópica sem fins lucrativos, o número de vagas abertas cresceu 28,9% no primeiro trimestre de 2021 quando comparado aos últimos três meses de 2020. Entretanto, apresenta retração de 28,7% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. O estágio segue como o programa mais afetado, com retração de 34,1% no comparativo com os primeiros meses de 2020. Já a aprendizagem registrou crescimento de 3,9%.

De acordo com o superintendente Nacional de Operações do CIEE, Marcelo Gallo, o crescimento do trimestre poderia ser maior. “A criação de oportunidades é um reflexo direto da economia e tivemos o impacto do fechamento do comércio no primeiro trimestre dado o agravamento da pandemia", afirma o executivo, que projeta o crescimento gradual do número de vagas ao longo do ano.

Home office

O estudante do curso de administração de empresas Igor Carvalho começou seu estágio em janeiro deste ano. No momento, ele segue em home office. “A experiência de estagiar durante a pandemia é diferente do que imaginava. A troca de energia e ideias, que só a interação presencial pode proporcionar, faz falta. Um dos lados positivos é que, em casa, estamos protegidos e, nesse momento, é necessário ter essa consciência”.

Igor completa que, com a ajuda da internet, consegue interagir com a equipe. “Não tive oportunidade de conhecer pessoalmente a maioria dos meus colegas, mas, com a interação online, já conseguimos criar um pouco de intimidade”.

O estudante diz que, todo os dias, surge um novo desafio e um aprendizado diferente. “Isso é importante para o meu desenvolvimento no estágio. Acredito que, nesses meses, cresci no âmbito pessoal e profissional, sendo que a função do estágio é justamente essa: formar boas pessoas e melhores profissionais”.

Empregabilidade 

A data, criada para celebrar a inserção de jovens no mundo do trabalho, retoma a discussão dos impactos da pandemia na empregabilidade dessa faixa etária. Apesar retração de 28,7% em relação ao primeiro trimestre de 2020, é possível conseguir uma vaga para trabalhar de casa. 

“Desde o início da pandemia, como uma medida para preservar a saúde dos estagiários e de seus familiares, muitas empresas optaram pelo estágio na modalidade home office. Os setores essenciais seguem presencialmente, mas seguindo as recomendações de seus respectivos estados e municípios”, afirmou a gerente de Operações do CIEE, Mônica Vargas. 

Segundo a gerente, as áreas mais buscadas são a administrativa, a de atendimento e de gestão comercial e marketing. Já os cursos com maior número de vagas são administração, pedagogia, direito e ciências contábeis.  

Para se candidatar, os jovens e adolescentes devem fazer o cadastro no portal do CIEE. “Vale destacar que é necessário checar se os dados foram preenchidos corretamente. Para quem já está cadastrado, checar se os dados, principalmente o número do celular ou residencial, estão atualizados”, recomenda Mônica.

As dúvidas podem ser sanadas no próprio ambiente virtual, por meio do Fale com o CIEE ou do chat. Também é possível entrar em contato via central de atendimento, pelo telefone 3003-2433 (O custo é de uma ligação local em qualquer região do país, mesmo que solicite o DDD).


Notícias relevantes: