Últimas

Chuva forte interdita casas na zona sul do Rio de Janeiro


Fernando Frazão/Agência Brasil
Frente fria traz tempestade, ventania e causa alagamentos no Rio de Janeiro. Avenida Armando Lombardi com bolsão d'água prejudica o trânsito de veículos e pedestres na Barra da Tijuca.
Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil

A chuva forte que caiu sobre a zona sul do Rio de Janeiro durante a madrugada de hoje (29) causou deslizamento de terra na comunidade do Pavão-Pavãozinho, em Copacabana. Várias ruas do bairro ficaram alagadas, assim como em Botafogo e na Lagoa.

Segundo a Defesa Civil municipal, um muro de contenção caiu, gerando deslizamento de barreira de grandes proporções no Pavão-Pavãozinho. O órgão constatou risco iminente de desabamento de três imóveis multifamiliares e interditou oito casas, onde residiam dez famílias. A Defesa Civil fará hoje uma nova vistoria no local ainda pela manhã.

O Rio entrou em estágio de atenção às 23h40 de ontem, devido ao acionamento de sirenes no Cantagalo, Pavão-Pavãozinho, Cabritos, Babilônia e Chapéu Mangueira, todos na zona sul. 

Segundo o Centro de Operações da prefeitura, o registro de chuva superou 10 milímetros em 15 minutos nas estações Copacabana (10,4mm) e Urca (10,4mm). O estágio de atenção é o terceiro em uma escala de cinco e significa que uma ou mais ocorrências impactam o município.

Mais chuvas hoje

De acordo com o Alerta Rio, o tempo permanece instável ao longo do dia, com previsão de chuva fraca a moderada isolada a qualquer momento e ventos fracos a moderados. A temperatura permanece estável em relação a ontem, com mínima de 18°C e máxima de 28°C.

Para amanhã, a previsão é que o tempo permaneça instável, com chuva fraca em pontos isolados durante a madrugada e pela manhã. Entre sábado (1º) e segunda-feira (3), um sistema de alta pressão no oceano volta a influenciar o tempo na cidade e não há mais previsão de chuva. As temperaturas estarão em elevação.


Notícias relevantes: