Últimas

Covid-19: governo de Pernambuco limita atividades em parte do estado


O governo de Pernambuco definiu medidas mais restritiva para parte do estado com o objetivo de combater a disseminação do novo coronavírus. Em 53 cidades nas regiões de saúde IV e V, no Agreste, as novas limitações entram em vigor na terça-feira (18) e vão até 31 de maio.

Estabelecimentos comerciais só podem ficar abertos até as 18 horas. Durante o fim de semana, ficam proibidas nessas regiões atividades econômicas, com exceção daquelas consideradas fundamentais. Entre os negócios definidos como fundamentais estão supermercados, feiras livres de alimentos, farmácias, padarias e postos de gasolina. O polo de confecções deverá fechar aos sábados e domingos e também nas segundas-feiras.

O governo tomou a decisão em razão do aumento do número de internações nas cidades da região do Agreste pernambucano.

Segundo o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, nos municípios dessa região, os números estão mais altos do que no restante do estado. “O que nós detectamos, nas duas últimas semanas, houve uma aceleração maior naquela região, destoando do restante do estado, onde temos um platô ainda em níveis elevados. Os patamares de crescimento de demandas lá superaram os 44%, enquanto no resto do estado ficaram na casa dos 9%”, afirmou.

Em Pernambuco, foram registrados até o momento 440.677 casos de covid-19 e 14.906 mortes em função da doença.

De acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do estado, ontem (15), foram confirmados 2.894 novos casos e mais 65 óbitos.


Notícias relevantes: