Últimas

Furto de equipamentos trava linha 7-rubi da CPTM, na Grande SP


Divulgação
Trens atrasam
Crédito: Divulgação

Em decorrência de um furto de equipamento e vandalismo, a circulação de trens foi interrompida em uma das vias da linha 7-rubi da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) nesta quinta-feira (27). O crime ocorreu durante a madrugada, nas proximidades da estação Caieiras.

Em nota, a companhia disse que os trens circularam por via única entre as estações Francisco Morato e Franco da Rocha, com intervalos maiores entre elas, o que se refletiu nas demais estações da linha 7-rubi. A circulação foi normalizada às 8h40.

Além disso, o Serviço 710, que liga Jundiaí a Rio Grande da Serra, na linha 10-turquesa, sem a necessidade de transferência, teve que ser temporariamente interrompido, sendo necessário que os passageiros desembarcassem na estação da Luz para entrar em outra composição e prosseguir viagem. Esse processo causou uma grande aglomeração na estação do centro da capital paulista.

Segundo a CPTM, a interrupção aconteceu para que a circulação e o intervalo médio entre os trens na linha 10-turquesa não fossem prejudicados.

A companhia destacou que abriu um boletim de ocorrência na delegacia de Franco da Rocha e já "está tomando todas as medidas cabíveis para localizar os responsáveis pelo ato".

A SSP (Secretaria de Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB), afirmou que o caso foi registrado como dano qualificado e confirmou que a delegacia de Franco da Rocha está apurando. "Os agentes da delegacia do município estão em contato com a CPTM e realizam diligências para localizar e prender os autores do crime", destaca.


Notícias relevantes: