Últimas

Internações por covid-19 chegam a triplicar em hospitais estaduais de SP

Em algumas unidades, o aumento chegou a ser de 317% em pouco mais de um mês depois do início das flexibilizações do comércio


Divulgação
Internações triplicam em SP
Crédito: Divulgação

Pouco mais de um mês depois do início das flexibilizações do comércio em São Paulo, as internações por covid-19 em hospitais públicos do estado saltaram na última semana. Em algumas unidades, o aumento chegou a ser de 317%.

Os dados foram levantados pelo Info Tracker, grupo de pesquisa da Unesp (Universidade Estadual Paulista) e da USP (Universidade de São Paulo), junto ao UOL, por meio do Censo Covid-19, plataforma do governo de São Paulo. Os números apontam um crescimento progressivo das internações em leitos voltados para pacientes com covid nos hospitais da Grande São Paulo, do litoral e do interior nos últimos sete dias.

O hospital Emílio Ribas 2, no Guarujá (litoral paulista), por exemplo, tinha seis pessoas internadas com covid-19 na semana passada. Ontem, esse número foi para 25 — aumento de 317%.

A unidade de saúde usada como hospital de campanha para covid-19 em Pindamonhangaba, no interior, também viu o número de pacientes internados com a doença quadruplicar. Eram quatro pacientes na semanada. Até ontem, eram 16 internados (300% de aumento).

Ao menos 21 hospitais registram mais de 100% de aumento de pessoas internadas nos últimos dias. 

Hospitais particulares de São Paulo também veem o mesmo cenário. No hospital Albert Einstein, 137 pessoas estavam internadas com covid-19 no último sábado. Ontem, esse número subiu para 167. O hospital não informa a porcentagem de ocupação dos leitos.

Já no Sírio Libanês, a taxa de ocupação de leitos totais do hospital está em 97%. Até ontem, eram 178 pacientes internados com covid-19. 

O hospital Oswaldo Cruz está com 91% de ocupação dos leitos voltados para covid-19, segundo o último boletim da unidade. São 138 pacientes hospitalizados em tratamento contra o novo coronavírus. 


Notícias relevantes: