Últimas

Facebook cria projeto para combater desigualdade racial no mercado de trabalho


Divulgação
Facebook cria programa para combater racismo no trabalho
Crédito: Divulgação

O Conselho de Clientes do Facebook e a consultoria EmpregueAfro anunciaram a criação de uma plataforma de conteúdo para apoiar o desenvolvimento profissional de pessoas negras no Brasil.

O Projeto Goma será lançado na terça-feira (24) e vai oferecer ferramentas gratuitas para empresas que querem desenvolver programas de mentoria e para trabalhadores que busquem aprimorar competências pessoais, sociais e técnicas.

Segundo as organizações, o objetivo é acelerar a carreira de profissionais negros a posições de liderança e, com isso, promover a diversidade e inclusão no mercado de trabalho.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), pessoas negras representam mais da metade (54%) dos brasileiros. No entanto, elas ocupam apenas 5% dos cargos de liderança nas 500 maiores empresas do país, como mostrou um estudo do Instituto Ethos.

A ideia do Projeto Goma é mudar essa realidade e combater a desigualdade racial, fornecendo as ferramentas necessárias para que empresas de todos os portes possam criar seus próprios programas de mentoria e oferecer oportunidades iguais.

De acordo com o Facebook, o projeto foi desenvolvido durante um ano pelos membros do conselho de clientes da companhia, que tem como membros profissionais de grandes anunciantes e agências do país, como Ambev, Coca-Cola Brasil, General Motors, Johnson & Johnson, Magazine Luiza, Natura, Nestlé, Netflix, Pepsico e Santander.

O desenvolvimento da plataforma também contou com especialistas na área de diversidade e com o apoio da EmpregueAfro, consultoria em recursos humanos focada em diversidade étnico-racial.

O conteúdo do Projeto Goma será dividido em cinco módulos: Contexto para Empresas, Capacitação para Mentores, Capacitação para Mentorados, Consciência Racial e Modelo de Mentoria.


Notícias relevantes: