Últimas

Adolescentes têm repescagem neste sábado na capital paulista

Para atender a esse público, a Secretaria Municipal de Saúde manterá abertos os drive-thrus


Divulgação
Aplicação avança para público com 19 anos, com agendamento quarta
Crédito: Divulgação

A Prefeitura de São Paulo realiza neste sábado (21) a repescagem de vacinação contra covid-19 para jovens de 16 e 17 anos com comorbidades, deficiência permanente, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto). Esse público é formado por 48 mil pessoas.

Para atender a esse público, que começou a ser vacinado na capital na última quarta-feira (18), a Secretaria Municipal de Saúde manterá abertos os drive-thrus, que funcionam das 8h às 17h, e as AMAs/UBSs (Assistências Médicas Ambulatoriais/Unidades Básicas de Saúde Integradas), que funcionam das 7h às 19h.

Também serão aplicadas primeira dose de adultos que ainda não foram imunizados e as pessoas que não receberam a dose de reforço.

Os adolescentes só podem ser vacinados com doses da Pfizer, único imunizante permitido para esta faixa etária, até o momento, pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

SAIBA COMO COMPROVAR COMORBIDADES PARA TOMAR A VACINA

Nesta sexta-feira (20), o prefeito Ricardo Nunes (MDB) afirmou que a cidade de São Paulo começa a vacinar a partir desta segunda-feira (23) adolescentes de 12 a 15 anos com comorbidades. O anúncio foi feito em entrevista coletiva na UBS Max Perlman, na Vila Nova Conceição, na zona oeste da capital.

O público com essa faixa etária é constituído por 92.868, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

Em relação ao calendário do governo estadual, a prefeitura está adiantada. O estado tem previsão é vacinar o grupo de 12 a 15 anos com comorbidades entre 26 e 29 de agosto nos municípios paulistas.

Entre as comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde estão doenças cardiovasculares, diabetes, pneumopatias crônicas, cirrose hepática, obesidade mórbida e casos de hipertensão. Esse grupo deve comprovar o seu estado de saúde por meio de exames, prescrição médica, receitas ou relatórios, contendo CRM do médico responsável.

VACINAÇÃO

É obrigatório apresentar documentos pessoais de identificação, preferencialmente CPF e cartão SUS, além de um comprovante de residência no município de São Paulo, que pode ser impresso ou digital. Se estiver em nome de outra pessoa, é necessário comprovar o parentesco com RG, certidão de nascimento ou de casamento, ou escritura de união estável.

O site De Olho na Fila mostra a movimentação nas unidades da rede de imunização da capital, com intuito de evitar longas filas de espera e aglomerações. Todos os endereços dos locais de vacinação estão disponíveis na página Vacina Sampa.

Relação dos pontos de vacinação AMA/UBS Integradas

Funcionamento: das 7h às 19h

 


Notícias relevantes: