Últimas

Incêndio em parque em Franco da Rocha já dura mais de 20 horas


Divulgação
Incêndio em parque em Franco da Rocha já dura mais de 20 horas
Crédito: Divulgação

Na manhã desta segunda-feira (23), o Corpo de Bombeiros continua combatendo um incêndio de grandes proporções no Parque Estadual do Juquery, em Franco da Rocha. A Prefeitura informou que o incêndio foi provocado pela queda de um balão, por volta das 9h deste domingo (22).

Na manhã de hoje, o parque tinha ao menos três focos de incêndio.

Além dos bombeiros, a Defesa Civil e brigadistas voluntários estão no local para combater as chamas, mas o relevo do parque e o vento forte dificultam os trabalhos. O helicóptero Águia da Polícia Militar também também foi acionado para o atendimento.

O Parque Estadual do Juquery possui quase 2 mil hectares de área, com vegetação de cerrado. Ele fica entre os municípios de Caieira e Franco da Rocha, na Grande São Paulo. Até o final deste domingo, cerca de 50% da vegetação já havia sido queimada.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo, as cinzas do incêndio no parque estadual foram transportados pelo vento para a capital paulista. Moradores de diversas regiões relataram uma "chuva de fuligem" invadindo casas desde a tarde de domingo.

O major Palumbo, do Corpo de Bombeiros, informou que a corporação recebeu 1.270 chamados para incêndio em vegetação na Região Metropolitana de São Paulo.

MASSA DE AR SECO

A massa de ar quente e seco que fica sobre o estado de São Paulo até esta quinta-feira (26) pode provocar novos incêndios florestais e queimadas como os que foram registrados no último final de semana na Grande São Paulo.

A previsão para esta semana é de que o tempo permaneça seco na Grande SP até quinta-feira (26). Os percentuais de umidade devem continuar longe do ideal, com valores mínimos próximos ou abaixo dos 20% no período da tarde, segundo meteorologistas do Centro de Emergências Climáticas (CGE).

Essas condições são favoráveis para a propagação de incêndios. A baixa umidade do ar também agrava os efeitos da poluição, uma vez que dificulta a dispersão dos poluentes.

Os meteorologistas alertam para a possibilidade de que novos recordes de temperatura máxima do inverno 2021 sejam observados. O ápice do calor está previsto para a metade da semana, com máxima de até 34°C na quarta-feira (25).

 

 


Notícias relevantes: