Últimas

Hoje é Dia: semana traz Independência e 20 anos do "11 de setembro"


Independência do Brasil
Independência do Brasil,Pedro Américo,Gravuras, imagens antigas,independência.
Crédito: Independência do Brasil

Na semana entre 5 e 11 de setembro, o Hoje é Dia destaca a celebração de 199 anos da Independência do Brasil e os 20 anos do atentado às Torres Gêmeas do complexo empresarial do World Trade Center, em Nova York. A semana também traz o aniversário da Rádio MEC, uma das mais antigas emissoras de rádio em operação no Brasil, e que é um veículo da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Abrindo a semana, no domingo (5) é celebrado o Dia Internacional da Mulher Indígena. A comemoração foi instituída em memória da indígena Aymará Bartolina Siza Maturana, que lutou contra os colonizadores espanhóis na região da atual Bolívia, em em 1781. E até hoje, há mulheres indígenas com protagonismo entre os povos originários: no ano passado, a TV Brasil contou a história da Cacique Pequena, do povo Jenipapo-Kanindé, que é primeira mulher a comandar uma tribo indígena da América Latina. Entre as conquistas da líder, está a demarcação de terras e melhorias para a tribo, saúde e educação. Assista:

Outra data da semana que fala sobre a luta das mulheres é celebrada no dia 6 de setembro, que é o Dia Internacional de Ação pela Igualdade da Mulher. O objetivo da data é valorizar o trabalho feminino, em um cenário onde ainda persiste a desigualdade entre homens e mulheres. O Repórter Brasil repercutiu um estudo da Organização Internacional do Trabalho (OIT) revelou o tamanho desta discrepância em países da América Latina, e também no Brasil:

No dia 6 de setembro, comemora-se o Dia da Amazônia. Em 2020, o Caminhos da Reportagem, da TV Brasil, foi até a Terra do Meio, no Pará, para conhecer ouvintes da Rádio Nacional da Amazônia, uma das poucas rádios de ondas curtas do país e que acaba sendo o meio de comunicação que consegue levar informação a estes lugares nem sempre acessíveis. Reveja:

Outro bioma do país também é celebrado nesta semana - mais precisamente, no dia 11 de setembro: o cerrado. O Revista Brasília, da Rádio Nacional, refletiu sobre a importância do cerrado para o país e para o meio ambiente:

Independência

Há 199 anos, no dia 7 de setembro, às margens do rio Ipiranga, Dom Pedro proclamou a Independência do Brasil. Em 2020, a Agência Brasil publicou uma série de reportagens sobre os acontecimentos anteriores e posteriores ao famoso grito de "Independência ou morte".
Na primeira reportagem, historiadores listam as reviravoltas que rodeiam o 7 de Setembro. Na segunda reportagem, como a Revolução do Porto, em Portugal, teve impacto na declaração de independência do Brasil. Por fim, a terceira reportagem destrincha os papéis de Dom Pedro I e dona Leopoldina neste processo.

O Na Trilha da História, programa das rádios EBC, também dedica vários programas sobre este fato histórico. Um deles fala sobre o que aconteceu no Brasil após o grito no Ipiranga: as batalhas para expulsar os últimos portugueses do território baiano e a Guerra da Independência. Na Bahia, este processo só terminaria no ano seguinte. Outro episódio fala sobre José Bonifácio de Andrada e Silva, um dos responsáveis por articular a independência do Brasil. E o episódio abaixo traz bastidores e eventos históricos que levaram o Brasil a se declarar livre de Portugal:

A TV Brasil veiculou, em 2019, uma série especial de reportagens sobre como foi a viagem de Dom Pedro até o rio Ipiranga. A primeira matéria pode ser assistida abaixo, e a lista completa está disponível no site da emissora:

O dia 7 de setembro também é uma data importante para a EBC por marcar o aniversário de 98 anos da Rádio MEC. Nesta data, em 1923, foi feita a primeira transmissão de rádio da antiga Rádio Sociedade. Também em um 7 de setembro, mas de 1936, a pioneira emissora seria doada ao Ministério da Educação, e se tornaria a Rádio Ministério da Educação e Cultura (Rádio MEC), no ar até os dias de hoje.

O "11 de setembro"

O dia 10 de setembro é um dia importante dentro do Setembro Amarelo. É o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio - data que surge por iniciativa da Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio, em parceria com a Organização Mundial da Saúde, que conta com o apoio de organizações de prevenção ao comportamento suicida em todo o mundo.

WORLD TRADE CENTER BURNS.
Hoje é Dia - WORLD TRADE CENTER BURNS. - REUTERS/Jeff Christensen/Direitos reservados

A semana termina com uma data marcante para a história: em 11 de setembro será lembrado os 20 anos dos ataques terroristas nos Estados Unidos. Nesses ataques, dois aviões bateram nas Torres Gêmeas do complexo empresarial do World Trade Center, localizadas em Nova York. Um terceiro avião colidiu contra o Pentágono, a sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, e a quarta aeronave caiu em um campo aberto próximo de Shanksville, na Pensilvânia. Todos os ataques foram coordenados pela organização fundamentalista islâmica Al Qaeda. Em 2019, o Revista Brasil conversou com um especialista em relações internacionais sobre o que mudou no mundo depois dos ataques. Ouça:

Confira a lista semanal do Hoje é Dia com datas e fatos históricos

Nascimento do ator, compositor, roteirista, comediante e apresentador fluminense Marcelo Adnet (40 anos)

Nascimento do cantor, pianista e compositor britânico Freddie Mercury (75 anos) - fundador da banda britânica Queen

Nascimento do músico, maestro e professor brasileiro de origem polonesa Saul Herz Morelenbaum, o Henrique Morelenbaum (90 anos)

Dia Internacional da Caridade - data reconhecida pela ONU

Dia Internacional da Mulher Indígena - comemoração instituída em memória da indígena aymará Bartolina Siza Maturana, que lutou contra os colonizadores espanhóis na região da atual Bolívia

Dia da Amazônia

Dia Internacional de Ação pela Igualdade da Mulher

Nascimento da ciclista catarinense Squel Stein (30 anos) - um dos maiores nomes do ciclismo BMX feminino

Nascimento do cantor e compositor paulistano Maurício Alberto Kaiserman, o Morris Albert (70 anos)

Nascimento do guitarrista, cantor e compositor norte-americano Charles Hardin Holley, o Buddy Holly (85 anos)

Toma posse o presidente brasileiro João Goulart e inicia-se o primeiro regime parlamentarista do país (60 anos)

Dia da Independência do Brasil

Inauguração do Panteão da Pátria (35 anos)

A Rádio Sociedade (atual Rádio MEC) entra no ar (98 anos)

A Rádio Sociedade, doada ao Ministério da Educação e Saúde Pública, passou a se chamar Rádio Ministério da Educação (85 anos)

Nascimento do compositor alagoano Airton Amorim (100 anos)

Nascimento da cantora e compositora fluminense Fernanda Abreu (60 anos)

Dia Mundial da Alfabetização - data reconhecida pela ONU

Dia da Festa de Nossa Senhora da Penha, padroeira da cidade de São Paulo

Fundação da cidade de Vitória, capital do Espírito Santo (470 anos)

Morte da pianista fluminense Magda Tagliaferro (35 anos)

Morte do pintor francês Henri de Toulouse-Lautrec (120 anos) - revolucionou o design gráfico dos cartazes publicitários, ajudando a definir o estilo que seria posteriormente conhecido como art nouveau

Morte do político e estadista chinês Mao Tsé-Tung (45 anos)

John Lennon lança o álbum Imagine, como um tributo à paz (50 anos)

Nascimento do ex-tenista catarinense Gustavo Kuerten (45 anos)

Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio - data que surge por iniciativa da Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio, em parceria com a Organização Mundial da Saúde, que conta com o apoio de organizações de prevenção ao comportamento suicida em todo o mundo

Nascimento do cronista e jornalista gaúcho Tarso de Castro (80 anos) - fundador da revista O Pasquim

Comissão Especial dos Mortos e Desaparecidos responsabiliza o governo brasileiro pelas mortes dos guerrilheiros comunistas Carlos Lamarca, Carlos Marighella e José Campos Barreto e determina uma indenização às suas famílias (25 anos)

Ataque às Torres Gêmeas, do complexo empresarial do World Trade Center, na cidade de Nova York (20 anos) - atentado conhecido como Ataques de 11 de setembro de 2001 (ou, internacionalmente, 9/11), quando, em ataques suicidas, dois aviões colidiram contra as torres do World Trade Center. Um terceiro avião colidiu contra o Pentágono, a sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, e a quarta aeronave caiu em um campo aberto próximo de Shanksville, na Pensilvânia. Todos os ataques foram coordenados pela organização fundamentalista islâmica Al Qaeda

Inaugurado o Memorial e Museu Nacional do 11 de Setembro, no décimo aniversário dos Ataques de 11 de setembro (dez anos) -  localizado onde ficavam as torres do World Trade Center em Nova York, Estados Unidos, destruídas nos ataques de 11 de setembro de 2001

Dia Nacional do Cerrado

 

*com produção de Simone Magalhães e Rebeca Guillardi


Notícias relevantes: