Últimas

Estado de SP anuncia mutirão para segunda dose e reforço para profissionais de saúde

Uma das metas é aplicar a segunda dose da vacina em quem está com a vacinação atrasada


Divulgação
Estado de SP anuncia mutirão para segunda dose e reforço para profissionais de saúde
Crédito: Divulgação

No próximo sábado (2), todos os mais de cinco mil postos de vacinação do estado de São Paulo estarão abertos das 7h às 19h. O objetivo é aplicar a segunda dose da vacina, especialmente em quem está com a vacinação atrasada. "É uma grande oportunidade de aumentarmos a cobertura vacinal no Estado", disse Regiane de Paula, coordenadora do Programa Estadual de Imunizações.

São Paulo vai aplicar a terceira dose da vacina em profissionais da saúde a partir da próxima segunda-feira (4). Cerca de um milhão de profissionais serão beneficiados. Para receber a dose de reforço, é necessário ter completado o esquema vacinal há pelo menos seis meses.

O Corujão da Saúde será retomado no Estado. Na primeira fase serão ofertados gratuitamente 335 mil exames de 11 tipos diferentes como biópsias, tomografias computadorizadas e ultrassonografias. Hospitais públicos e privados, como Albert Einstein, Sírio Libanês e Oswaldo Cruz, farão parte da iniciativa. Nos hospitais públicos, o programa começa no dia 1 de outubro. Nos hospitais privados, a data de início é 11 de outubro.

A nova proposta orçamentária do Estado será de R$ 286,5 bilhões. O valor para investimentos é de R$ 50 bilhões. Segundo Doria, esse é o maior orçamento e maior volume de investimentos da história do Estado. Estão previstas oito mil obras com a geração de 200 mil empregos diretos.

Doria anunciou a redução de impostos e a antecipação da desoneração fiscal. A redução de impostos, segundo o governador, abrangerá os setores de eletroeletrônicos, indústria do petróleo, indústria de gás natural, biodisel, genética animal, sucos e bebidas naturais, veículos usados, veículos elétricos, medicamentos e saúde em geral, entre outros.

São Paulo já registra 4.363.122 casos da doença e 149.380 óbitos. A ocupação dos leitos de UTI é de 31,7% no Estado e 39,5% na Grande São Paulo. Desde o início da campanha de imunização, o Estado já aplicou 63,3 milhões de doses da vacina contra a covid-19.


Notícias relevantes: