Últimas

Metrô e CPTM começam a desativar bilheterias nesta sexta-feira (8)


Divulgação
CPTM
Crédito: Divulgação

O governo estadual inicia nesta sexta-feira (6) o fechamento gradual das bilheterias do metrô e da CPTM. Neste primeiro dia, os guichês das estações Belém, linha 3-vermelha do metrô, e Granja Julieta, linha 9-esmeralda, só abrem nos horários de pico.

O serviço de bilheteria vai funcionar das 6h às 10h e das 16h às 20h. No dia 15, os pontos dessas estações serão desativados por completo. A STM (Secretaria dos Transportes Metropolitanos) diz que vai manter nos dois locais, pelos próximos 30 dias, uma equipe de auxílio, chamada "Posso Ajudar". O calendário com a desativação dos guichês das demais estações ainda não foi informado pelo governo.

A intenção da STM é que a partir de 2022 a compra dos bilhetes digitais com QR Code seja feita somente por meio de aplicativo de celular, máquinas de autoatendimento e por uma rede credenciada no entorno das estações (leia mais abaixo). O Bilhete Único e o cartão Bom continuarão sendo aceitos como forma de pagamento da passagem. A pasta sustentou que não haverá dispensa, com funcionários sendo direcionados para outras funções.

O encerramento das bilheterias é motivo de crítica dos passageiros. Usuários entrevistados pela reportagem na última terça-feira (5) relataram diversos problemas no funcionamento das máquinas. A reportagem flagrou dois totens de autoatendimento na estação Tietê do metrô, que estavam sem papel para impressão do bilhete digital. Outra queixa foi de que a impressão borra e deixa de ser aceita nas catracas em caso de contato com o álcool em gel passado nas mãos.

Procurada, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos informou que desde o dia 4 de outubro mantém uma equipe para auxiliar passageiros nas estações em que as bilheterias serão desativadas. A pasta explicou que o cidadão será avisado com sinalizações especiais, tanto nas bilheterias como em toda a estação. "Nos canais digitais, haverá uma 'landing page' com as explicações necessárias e os perfis nas redes sociais irão sanar todas as dúvidas que possam aparecer". Além disso, uma campanha digital geolocalizada também irá impactar o cidadão pelas redes sociais e por SMS, pontuou a secretaria.

 

ONDE COMPRAR

 

- Máquinas de autoatendimento nas estações (aceitam cartão de débito e dinheiro);

 

- Lojas credenciadas no entorno das estações (aceitam cartão de débito e crédito, e dinheiro);

 

- Aplicativo Top (aceita cartão de débito e crédito; máximo de dez bilhetes, sem prazo para expirar; WhatsApp do Top (11 3888-2200); pagamento pelo Pix com máximo de cinco bilhetes, sem prazo para expirar).

 

Fonte: Governo de São Paulo, Metrô e CPTM


Notícias relevantes: