Últimas

ONG oferece mamografia gratuita para mulheres com mais de 40 anos em SP

Além da mamografia, as pacientes podem ainda passar por um ultrassom e serem encaminhadas para uma consulta com um especialista


Divulgação
ONG oferece mamografia gratuita
Crédito: Divulgação

Uma carreta totalmente equipada com um mamógrafo, um computador para visualizar e transmitir exames e capacidade para atender 100 pacientes por dia está em circulação por São Paulo.

O objetivo da iniciativa, fruto de uma parceria da ONG Américas Amigas com a Intel, é oferecer gratuitamente mamografia ao público feminino -o exame serve para o diagnóstico de câncer de mama, o tipo mais letal da doença para as mulheres.

A unidade móvel, que desde de terça (26) faz o atendimento em Paraisópolis (na zona sul de São Paulo), realiza os exames das 8h às 18h em todas as mulheres com mais de 40 anos e em situação de vulnerabilidade que queiram se examinar. A carreata estará em circulação até o dia 3 de dezembro.

Além da mamografia, as pacientes podem ainda passar por um ultrassom, serem encaminhadas para uma consulta com um especialista e até mesmo fazerem uma biópsia, caso o resultado do exame indique que isso é necessário.

Segundo Andrea da Veiga Pereira, presidente da ONG, a escolha de mulheres em situação de vulnerabilidade como público-alvo foi tomada em uma tentativa de aproximar das comunidades. Além disso, esse grupo é o mais afetado pela fila de espera para realizar exames na rede pública.

"Nosso projeto trabalha com agendamento pela internet e dá preferência para mulheres que já tenham algum sinal, alguma evidência de ter algum nódulo ou outra formação na mama. Essas mulheres seriam afetadas se tivessem que aguardar a realização dos exames na fila do SUS", afirma.

Isso não significa que não podem ser atendidas mulheres sem agendamento prévio. "Atendemos a todas e, ao final do dia, a demanda continua existindo, não conseguimos zerar", diz Pereira.

Como o resultado do exame é extremamente rápido, de até 5 minutos, as pacientes podem ser orientadas a realizar exames complementares, que são acompanhados pela ONG até que seja feito o diagnóstico completo. "Com o diagnóstico em mãos, a paciente tem autonomia para ir ao SUS realizar o tratamento ou a cirurgia, dentro da lei dos 60 dias [que prevê obrigatoriedade de atendimento no prazo máximo de 60 dias após determinação do tratamento]. Nós acompanhamos todo o processo até o final."

A rapidez do laudo e a capacidade de processar e transmitir até 170 exames por dia são duas adições importantes do projeto das empresas Intel Brasil e Diagnext.com, responsável pela segurança dos dados, monitoramento de TI e outros serviços móveis. "A Intel Brasil nos últimos anos tem desenvolvido tecnologias habilitadoras, como os miniprocessadores Intel NUC, que são do tamanho de uma palma da mão e processam os dados com agilidade", explica Fabiano Sabatini, especialista de TI da empresa.

Assim, a velocidade para enviar os dados também permite a realização de consultas por telemedicina, reforça Sabatini. "Em um laboratório normal, o prazo para resultado de exames pode ser de um a cinco dias úteis, em alguns casos na nossa unidade móvel o retorno é de menos de 5 minutos", diz.

Diversos estudos já mostraram que o diagnóstico precoce de câncer de mama pode reduzir em até 25% a mortalidade pela doença, especialmente em mulheres acima de 40 anos, nas quais o exame anual é recomendado.

No Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), cerca de 66 mil novos casos de câncer de mama são diagnosticados todo ano, com uma incidência de 61,61 casos a cada 100 mil pessoas.

Em 2019, a taxa de mortalidade da doença foi de 14,23 óbitos por 100 mil mulheres, sendo a principal causa de morte por câncer nas mulheres no país (com exceção dos cânceres de pele do tipo não melanoma).

A ONG Américas Amigas foi fundada em 2009, primeiro com o objetivo de doar mamógrafos (aparelhos de mamografia) para hospitais filantrópicos no país. Em 2012, o grupo ampliou suas ações para mais áreas: doação de aparelhos, capacitação e treinamento de profissionais, comunicação e conscientização do público e doação de exames através de laboratórios parceiros -incluindo a ação da carreata, que foi doada pelo Hospital do Câncer de Patrocínio, em Barretos (SP).

Confira abaixo as datas da carreta no estado de São Paulo

De 26/10 a 31/10 na Comunidade de Paraisópolis (SP)

De 2/11 a 7/11 no Shopping Plaza Mauá (SP)

De 29/11 a 3/12 em São Sebastião, no Litoral Norte (SP)

Para saber mais, acesse o site da Américas Amigas.


Notícias relevantes: