Últimas

Escola Inovadora: Obras na EMEB Joaquim Candelário de Freitas estão 95% concluídas


Divulgação
Salas de aula passam por fase de pintura e finalização
Crédito: Divulgação

As obras da maior Escola Inovadora de Jundiaí, a EMEB Professor Joaquim Candelário de Freitas, estão 95% concluídas. No prédio de três pavimentos, localizado na Vila Hortolândia, já se pode visualizar as placas de energia fotovoltaica. O espaço conta com laboratórios, anfiteatro, quadra coberta, 20 salas de aula, biblioteca e infraestrutura. Atualmente, as instalações recebem pintura mais resistente a impactos.

A escola será integrada com a Praça Edhewaldo Cortizo e receberá os conceitos da Cidade das Crianças. O espaço será mais uma opção para o desenvolvimento de atividades de desemparedamento da escola e em contato com a natureza.

“Avançamos com as obras da Candelário. Essa será a maior escola inovadora de Jundiaí. Uma obra que conta com a geração de energia limpa. A sustentabilidade, assim como o projeto do prédio, contou com a participação dos alunos e comunidade, que fizeram sugestões para que chegássemos ao diferencial que a escola tem”, lembra o prefeito Luiz Fernando Machado.

Os três eixos da Escola Inovadora estão presentes na EMEB Candelário: ambiência escolar, qualidade da educação e formação de educadores. “Assim como os estudantes, os profissionais que vão atuar na escola estão participando ativamente com visitas ao novo espaço. É a pedagogia da escuta, importante para que, junto com a ambiência escolar e formação dos educadores, promova a educação de boa qualidade de Jundiaí”, afirma a gestora de Educação, Vastí Ferrari Marques.

A EMEB Joaquim Candelário de Freitas terá 4,7 mil metros quadrados, que vão abrigar uma nova escola com laboratórios, anfiteatro, biblioteca, salas de aula, quadra coberta, além de todo um sistema de dispositivos sustentáveis para reuso da água e uso da energia solar. O investimento é de R$ 12 milhões.


Notícias relevantes: