Últimas

Caminhoneiros tentam fazer nova paralisação nesta segunda

No entanto, após uma série de tentativas frustradas de greve neste ano, a adesão ainda é incerta


Divulgação
Caminhoneiros de todo o país ainda se dividem entre apoiar ou fazer oposição ao presidente Jair Bolsonaro
Crédito: Divulgação

Entidades que representam os caminhoneiros convocaram uma nova paralisação para esta segunda-feira (1º). Os motoristas reivindicam a revisão da política de preços para os combustíveis, o cumprimento do piso mínimo do frete e aposentadoria especial a partir de 25 anos de contribuição.

No entanto, após uma série de tentativas frustradas de greve neste ano, a adesão ainda é incerta.

Segundo alguns caminhoneiros, uma parte só deve aderir caso os atos ganhem força pelo país.

A paralisação foi anunciada no último dia 16 e ganhou apoio das centrais sindicais. Contudo, entidades do agronegócio, que apoiaram o movimento em 2018, não aderiram.

No sábado (30), a Justiça proibiu o bloqueio de estradas em diversos estados, com multas que variam de R$ 5.000 a R$ 1 milhão para quem descumprir a ordem.


Notícias relevantes: