Últimas

São Paulo registra apenas uma morte por covid, e cidade já prevê dia sem nenhum óbito


Divulgação
Covid-19
Crédito: Divulgação

A cidade de São Paulo registrou na segunda (1º) apenas um óbito por covid-19.

Foi o terceiro dia seguido em que apenas um registro foi feito, o que possibilitou que a média móvel de mortos em sete dias despencasse para 3,86.

Os dados ainda podem ser revistos, já que em feriados as notificações costumam ficar represadas.

Ainda assim, é um número simbólico, que está sendo celebrado pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde: desde março de 2020, jamais, mesmo em feriados prolongados, as notificações foram tão reduzidas.

"Estamos muito próximos do dia em que não haverá nenhuma notificação de ocorrência de óbito", diz o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido. "Será simbólico. Terá um peso muito grande. Será a prova definitiva de que a vacinação na cidade foi exitosa no controle da epidemia", afirma.
Ele ressalta, no entanto, que a situação ainda exige atenção e cuidados.

"O fato de chegarmos ao dia simbólico em que, pela primeira vez em quase dois anos, não haverá registro de mortes não significa que novos óbitos não voltarão, infelizmente, a ocorrer. O vírus ainda circula na cidade, ainda temos internações de pessoas", diz ele.

Por isso, a prefeitura segue exigindo, por exemplo, o uso de máscaras na cidade e recomendando o distanciamento social.

Outros países servem de exemplo: mesmo com ampla vacinação, casos voltaram a subir na China, na Rússia, na Europa e em países da América, como o Canadá e o Chile. A boa notícia é que as mortes não evoluíram na mesma proporção, graças às vacinas.

A média móvel de óbitos consiste na soma do número de mortos dos sete dias anteriores. O resultado deve ser dividido por sete. Não são os óbitos ocorridos na semana que necessariamente entram na operação matemática, mas os que foram registrados no decorrer da semana.

A forma é considerada a mais segura de se acompanhar a situação, já que ela dilui oscilações causadas, por exemplo, pelo represamento de notificações em feriados ou por qualquer outro problema gerado no sistema.

De acordo com dados do Painel Web covid-19 da Secretaria Municipal de Saúde sobre a semana analisada, sete mortes foram notificadas no dia 26 de agosto, quatro no dia 27, oito no dia 28, cinco no dia 29, uma no dia 30, uma no dia 31 e uma no dia primeiro de novembro.


Notícias relevantes: