Últimas

Rede Pop Rua: Centro Pop é a porta de entrada para atendimento à população em situação de rua


DIVULGAÇÃO
Em média são oferecidas diariamente 90 refeições e 60 banho
Crédito: DIVULGAÇÃO

Em Jundiaí, o Centro Pop é a porta de entrada para a rede de atendimento à população em situação de rua, a Rede Pop Rua. O equipamento, vinculado à Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS), funciona com atendimento de portas abertas e visa identificar e atender os usuários de modo individualizado, com objetivo final de trabalhar em seu plano multidisciplinar de retomada do protagonismo de vida e saída das ruas.

É também o Centro Pop o equipamento indicado pela campanha “Menos Esmola Mais Dignidade”, lançada este mês pela UGADS, para que as pessoas orientem quando forem abordadas por solicitantes de esmolas, como forma de permitir a inclusão de todos na rede de serviços e trabalhar no processo de saída das ruas.

“A campanha tem por objetivo conscientizar a população sobre a importância que os usuários do serviço sejam incluídos na rede, para que possam ser atendidos em todas as suas demandas. O imediatismo da esmola pode dificultar a vinculação do usuário à rede, pois ela o afasta dos serviços disponíveis e impossibilita o trabalho dos técnicos dos serviços”, explica o coordenador do Centro Pop, João Guilherme Santos.

Este ano, o número médio de usuários atendidos mensalmente pelo Centro Pop foi de 265 pessoas. Trata-se de um aumento em relação ao ano passado, o primeiro da pandemia, quando houve redução do fluxo de usuários e a média mensal foi de 232 pessoas. Já em relação a 2019, os números de 2021 representam uma queda, uma vez que naquele ano, o último antes da pandemia, a média de atendidos mensalmente era de 283 pessoas.

“Por conta da localização de Jundiaí e de sua importância econômica, temos um fluxo variável de usuários”, explica João. Em média, de 50% a 60% dos atendidos não são nascidos em Jundiaí, estão aqui há pouco tempo ou encontram-se no Município apenas de passagem, como “trecheiros”. Para os atendidos que demonstram interesse em retornar ao Município de origem e o Centro Pop consegue estabelecer contato com algum familiar ou responsável, é realizado o recâmbio do indivíduo, pelos modais rodo e ferroviário. “Somente neste ano, superando os índices anteriores, mais de 1.100 já retornaram à família após terem passado pelo equipamento”, acrescenta.

Em média, diariamente, são oferecidas 90 refeições e atendidos 60 pedidos de banho. Além de alimentação e higiene pessoal, o espaço conta também com instalação para lavagem de roupas e guarda de pertences. No Centro Pop os cachorros de estimação dos que buscam os serviços também recebem atendimento, inclusive por profissionais do Departamento do Bem-Estar Animal (DEBEA).

A equipe do Centro Pop é composta por psicólogos, assistentes e orientadores sociais. Além do atendimento técnico, consulta de direito a benefícios sociais e encaminhamento para serviços e políticas públicas, a equipe atua, conforme o atendimento individualizado, na resolução de demandas diversas, como providenciar documentos pessoais (cerca de 15% chegam com esta demanda), auxiliar no agendamento de horário no Poupatempo, requerer segundas vias de documentos em cartórios (para usuários de outros Municípios), e encaminhamento para vagas de empregos.

Outras atividades, voltadas ao resgate do protagonismo dos usuários, também são realizadas no Centro Pop. Uma delas, em parceria com a Organização da Sociedade Civil (OSC) Serviço de Obras Sociais (SOS), é a oficina de musicalização Som das Ruas. Também são realizadas oficinas diversas, como de artesanato, para geração de renda dos usuários por meio da venda dos produtos em feiras. Uma delas é a Feira Pop, que vinha sendo realizada mensalmente no Paço Municipal, e que está sendo retomada, com uma edição prevista para o dia 03 de dezembro.

Conforme estabelecido pelo Serviço Único de Assistência Social (SUAS), o Centro Pop não é o equipamento tipificado para acolhimento dos atendidos para pernoite. Portanto, após o atendimento inicial, o Centro Pop faz o encaminhamento para as vagas nas OSC das quais a Prefeitura compra vagas para acolhimento nesta tipificação de serviço.

O Centro Pop fica na rua Marechal Deodoro da Fonseca, 504, Centro. O telefone para atendimento é (11) 4589-6361.

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: