Últimas

Universidades oferecem mestrado em gestão de recursos hídricos


 Mauricio de Almeida/ TV Brasil
Barragem de Sobradinho
Crédito: Mauricio de Almeida/ TV Brasil

Criado para suprir a necessidade de mão de obra qualificada, o curso de mestrado em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos, coordenado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquista (Unesp) e ofertado em parceria com outras 13 universidades públicas do Brasil, oferecerá 266 novas vagas para uma turma cujas aulas começarão em março de 2022.

Gratuito, o chamado Mestrado Profissional em Rede Nacional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (ProfÁgua) é um programa de pós-graduação stricto sensu criado em 2015, por iniciativa da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação.

O curso tem duração de 24 meses e capacita profissionais para atuar em órgãos públicos, comitês de bacia hidrográfica, conselhos de recursos hídricos e na iniciativa privada. Cada instituição de ensino participante oferece, este ano, entre 12 e 32 vagas (veja relação abaixo).

Inscrições pela internet

Os interessados devem se inscrever através do site da Unesp, até o dia 19 de janeiro. Para isso, é preciso pagar uma taxa de inscrição de R$ 76, e enviar, anexas, cópias dos documentos exigidos no edital relativo ao processo seletivo ProfÁgua 2022. Além disso, os candidatos também deverão apresentar proposta de projeto de pesquisa em uma das duas seguintes linhas de estudo: Instrumentos da Política de Recursos Hídricos e Regulação e Governança de Recursos Hídricos.

O cronograma divulgado prevê que o resultado da primeira etapa seletiva será conhecido no dia 2 de fevereiro. As matrículas estão previstas serão entre 15 e 18 de março e as aulas devem começar a partir de 21 de março, véspera do Dia Mundial da Água.

Segundo a ANA, desde 2015, o ProfÁgua já formou 300 mestres de todas as regiões do país – profissionais que, de acordo com a agência, estão aptos a lidar com os desafios mais complexos da gestão e da regulação dos recursos hídricos no Brasil. A ANA afirmou, ainda, já ter investido mais de R$ 7,3 milhões no curso.

Vagas 

Universidade do Estado do Amazonas (UEA) - Manaus (AM) vagas: 16

Universidade do Estado do Amazonas (UEA) - Parintins (AM): 8

Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj): 18

Universidade Federal da Bahia - Salvador (BA): 20

Universidade Federal de Campina Grande (Ufcg) - Sumé (PB): 18

Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes): - Vitória (ES): 14

Universidade Federal de Pernambuco (Ufpe) - Recife (PE): 12

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) -Porto Alegre: 16

Universidade Federal de Roraima (Ufrr) - Boa Vista (RR): 18

Universidade de Brasília (UnB): Planaltina (DF): 20

Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) - Cuiabá: 19

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) - Ilha Solteira (SP): 12

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) - São Paulo: 20

Universidade Federal de Itajubá (Unifei) - Itabira (MG): 17

Universidade Federal de Rondônia (Unir): Ji-Paraná (RO): 18

Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFRR) - Campo Mourão: 20


Notícias relevantes: