Últimas

PF investiga desvio de verbas do Fundeb e FNDE em creche do Rio


PF investiga desvio de verbas do Fundeb e FNDE em creche do Rio
Crédito: Reprodução/Internet

Policiais federais cumprem hoje (28) dois mandados de prisão preventiva contra acusados de desviar recursos públicos em uma creche localizada na Rocinha, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro. Os mandados da Operação Desfralde foram expedidos pela 1ª Vara Criminal do Rio de Janeiro e estão sendo cumpridos na própria comunidade.

Segundo a Polícia Federal (PF), a partir de informações repassadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), as investigações iniciadas no ano passado constataram desvio de verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

De acordo com as investigações, a responsável pela creche teria movimentado R$ 6,2 milhões de forma suspeita, entre 2018 e 2021. Parte desses recursos provinha dos programas federais de apoio à educação.

A PF constatou que a diretora da instituição era a principal beneficiária das transferências bancárias. Ela também teria feito movimentações em favor de seu companheiro. O dinheiro, segundo a PF, era usado para viagens de lazer e compras de artigos incompatíveis com uma instituição de educação infantil, como bebidas alcóolicas, cigarros e perfume importado.

A PF ainda investiga uma suposta falsificação de documentos para forjar o número de crianças atendidas pela creche e, assim, garantir o repasse de um maior volume de verbas públicas.

A creche é privada e tem convênio com a prefeitura do Rio. A Secretaria Municipal de Educação apoiou as investigações, de acordo com a Polícia Federal.


Notícias relevantes: