Últimas

Meteoro superbrilhante é avistado em município de Minas Gerais


Quem espera pelo mês de agosto para avistar as chuvas de meteoros Caelidas, prevista para ocorrer até o dia 15, e Perseidas, que deve ter seu ápice em 11 de agosto, já teve um sinal forte no céu nesta madrugada.

Um meteoro considerado de categoria muito brilhante foi registrado às 5h10 desta quarta-feira (3) por câmeras do Observatório Pico dos Dias, em Brazópolis, Minas Gerais, gerenciado pelo Laboratório Nacional de Astrofísica/MCTI.

De acordo com o registro das câmeras e relatos de observadores, o bólido teria magnitude de -8 a uma altitude de 100 quilômetros, quando iniciou trajetória descendente seguida de um forte clarão.

Para entender melhor a luminosidade deste meteoro, o professor do Instituto de Astronomia da Universidade de São Paulo Alex Carciofi explica que, historicamente, seguimos uma escala de magnitude criada na Grécia Antiga pelo astrônomo Hipparchus. Segundo esta métrica, quanto menor a classificação maior o brilho aparente.

‘’O Sol, por exemplo, tem magnitude de -22 e Vênus, que é um planeta com brilho visível aqui da Terra,  de -1 a -2. Assim, o meteoro registrado nesta madrugada com magnitude -8 é muito, muito brilhante’’, explica o astrônomo.

O Projeto Exoss de Ciência Cidadã, que atua no monitoramento de meteoros em conjunto com o Laboratório Nacional de Astrofísica, analisou a trajetória do objeto captado pelas lentes do observatório em Minas Gerais. Segundo o coordenador do Observatório Pico dos Dias, Saulo Gargaglioni, o objeto teria passado também por cidades do estado de São Paulo.

Chuvas de Meteoros em agosto

A chuva de meteoros de Caelidas vai até 15 de agosto e terá maior intensidade nesta sexta-feira (5). Ela vem sendo observada em todo o Brasil desde 25 de julho, sempre entre meia-noite e o amanhecer.

Em geral, os meteoros entram na atmosfera da Terra a uma velocidade de 44,5 quilômetros por segundo (km/s).

De acordo com o Prof. Gabriel Hickel da Universidade Federal de Itajubá, a chuva dos Caelidas de agosto foi primeiramente determinada pelo estudos da BRAzilian Meteor Observation Network (Bramon), que também trabalha com monitoramento de meteoros.

A descoberta da Bramon ocorreu em 2017 e foi reconhecida pela União Astronômica Internacional (IAU), órgão que coordena nomenclaturas, descobertas e padrões astronômicos em todo o mundo.

Outra chuva de meteoros aguardada para este mês é a conhecida Perseidas, que tem seu ápice nas madrugadas de 11 e 12 de agosto.


Notícias relevantes: